​Bela Vista do Lobato receberá escola reconstruída pela Prefeitura

09 de Maio de 2017 - Publicidade

Os primeiros tijolos assentados já anunciam uma realidade diferente para alunos, professores e funcionários da Escola Municipal Bela Vista do Lobato, que vão ganhar a unidade escolar completamente reconstruída pela Prefeitura na Rua Beija-Flor, situada no Alto do Cabrito. A ordem de serviço para início imediato das obras foi assinada no local pelo prefeito ACM Neto nesta terça-feira (9), acompanhado da secretária da Educação, Paloma Modesto, demais gestores e técnicos municipais, autoridades e a população.

Em 2013, havia na rede municipal de ensino 42 escolas fabricadas em pré-moldado e quase todas elas estavam em situação precária. “Os prédios foram se desgastando e trazendo situações dramáticas para a comunidade escolar. Esta, da Bela Vista do Lobato, era uma das que estavam em pior situação”, relembrou ACM Neto. Ele salientou que a expectativa é de que a unidade escolar seja entregue completamente reconstruída no fim de 2017 e que, até o momento, quase metade da rede física escolar foi construída e/ou recuperada em quatro anos.

A diretora Edinália Lima era só satisfação pela iniciativa. “Foi uma luta muito grande de todos para que a reconstrução fosse feita. Hoje é só agradecer e expressar felicidade pelo pontapé inicial das obras”, pontuou.

A secretária Paloma Modesto aproveitou para agradecer pelo engajamento e participação ativa de todos na realização das atividades em uma unidade provisória na região. “Vamos em frente nessa meta de alcançar uma educação de qualidade em Salvador.”

O prefeito também salientou a importância do trabalho da comunidade escolar para melhorar ainda mais os índices educacionais da capital baiana. “Este ano haverá o Prova Brasil (avaliação das unidades básicas de ensino através de provas aplicadas aos alunos) e é mais do que necessário o envolvimento e a participação dos professores para a obtenção das melhores notas.”

Histórico e melhorias – Fundada em 1992, a escola funcionava em uma estrutura de pré-moldado e se encontrava em situação precária, com sérios problemas estruturais. O prédio foi completamente demolido e a unidade realocada temporariamente para um imóvel alugado e adaptado para a atividade.

Com investimento de aproximadamente R$2 milhões, a nova estrutura em construção contará com um prédio de dois pavimentos em uma área de 780 metros quadrados. Além das salas de aula, a escola terá áreas de lazer e outros equipamentos. Será uma unidade de ensino totalmente nova e com alto padrão de qualidade, semelhante às estruturas entregues pela Prefeitura nos últimos quatro anos.

Com a reconstrução, a unidade terá a capacidade ampliada de 360 alunos para 600 alunos para oferecer turmas de pré-escola (alunos de 4 e 5 anos) e do Ensino Fundamental I (do 1º ao 5º ano). A unidade contempla também o Programa Acelera, que visa a regularizar a distorção idade-série.

Fonte: Secom