A Escola Municipal Geraldo Tavares promove oficina de máscaras e exposição sobre o Carnaval de Salvador

25 de fev de 2019 - Jornalismo

A Escola Municipal Geraldo Tavares, situada no Caminho de Areia (GRE Cidade Baixa), promoveu nesta segunda (25) uma oficina de máscaras infantis. Nas semanas anteriores, a unidade escolar já havia realizado atividades de confecção manual de adereços e trabalhos sobre o Carnaval de Salvador.

“Envolver as crianças nessa festa que é conhecida mundialmente e que muitos deles só conhecem através da televisão, está sendo muito importante. A gente tem trazido para a sala de aula a história do Carnaval desde os bailes de antigamente, o surgimento da “fubica”, primeiro trio elétrico criado pelos irmãos Macedo (Dodô e Osmar), até os dias atuais”, explica a diretora Ana Regina Barroso.

Ela ressalta ainda a importância do trabalho da agente da educação Adélia Conceição de Jesus que, além de realizar as oficinas, promoveu um diálogo sobre empreendedorismo, meio ambiente, reciclagem. Também sobre a evolução dos blocos, história dos trios elétricos, dos blocos afros e das marchinhas de carnaval.

A agente da educação explica a importância de ensinar aos alunos um pouco dessa cultura popular. “Elas estão com essa oficina trabalhando as questões do brincar e da imaginação. Também promove o conhecimento em relação à cultura da cidade a qual pertence. As crianças tiveram a oportunidade de criar, aprender, respeitar o próximo, pois são atitudes como essas que proporcionam significativo conhecimento educacional e de sociedade”, ressaltou ela.

Com o segundo ano, foi realizada uma oficina de colares carnavalescos. Ampliando um pouco mais sobre o conhecimento cultural, foi feita uma exposição sobre como surgiu o Carnaval, quem foram os percussores, entre outras informações. Na prática, trabalharam, também, outras habilidades como as motoras, interação, concentração, criatividade e socialização.

“As crianças participaram bastante e se entusiasmaram com o que foi produzido, fizeram muitos questionamentos e trouxeram também o que vivenciaram em casa e ou tiveram contato através da TV, por exemplo”, lembrou a professora do grupo quatro, Lilia Martins.

A culminância das atividades será na quarta-feira (27) com a participação do CMEI Arlete Magalhães, localizado em Roma. Haverá um baile e um desfile na rua do entorno da unidade (clique aqui e confira as fotos do evento), acompanhados por um carrinho de som trazendo tudo que foi trabalhado nos últimos dias como as máscaras, os colares carnavalescos e a fubica. As crianças irão fantasiadas de diversos personagens das histórias infantis e dos quadrinhos com alas temáticas e lúdicas. As professoras, que também estiveram envolvidas com todo trabalho, usarão fantasias de palhaço. O evento vai envolver pais de alunos, funcionários da escola e comunidade do bairro.