pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Acesso à educação infantil será ampliado

31 de Maio de 2006 - dev

Ao mesmo tempo em que se garantiu a universalização do acesso ao Ensino Fundamental, cerca de 82% das cidades brasileiras não conseguem atender à demanda da Educação Infantil. O resultado disso é que os filhos da classe média, que via de regra passam pela Educação Infantil em instituições particulares, chegam ao Ensino Fundamental mais preparados que os alunos da economicamente chamada classe baixa. Uma das grandes diferenças é o trabalho de pré-alfabetização realizado na Educação Infantil. Visando reverter esta situação na capital baiana, a Secretaria Municipal da Educação e Cultura está ampliando a parceria com as escolas comunitárias. No último sábado (27), o secretário Ney Campello e o presidente da Câmara Municipal, Valdenor Cardoso, visitaram a sede da AEEC (Associação dos Educadores das Escolas Comunitárias), na Barroquinha. Esteve presente ao encontro Manoel Gonçalves, coordenador da AEEC.

Estas instituições de ensino são importantes espaços do processo de ensino/aprendizado da Educação Infantil na capital baiana. Atualmente, a Prefeitura repassa anualmente R$ 80,00 por aluno matriculado nas escolas comunitárias. Esse custeio aumentará para R$ 96,00, representando um aumento de 20% no custeio das escolas comunitárias.

Atualmente, as escolas comunitárias atendem a cerca de 16.000 alunos de Educação Infantil. Já a rede municipal de ensino, de um total de 177.000 alunos, atende a 18.000 estudantes de Educação Infantil. “Estamos aumentando o repasse de verbas para as escolas comunitárias por entendermos a relevância social do trabalho realizado por estas instituições”, frisou Ney Campello.

O secretário também anunciou que os convênios com as escolas comunitárias serão ampliados na medida em que for aprovado o Fundeb (Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica). Através do Fundo, serão repassados aos municípios, até 2009, cerca de 4,3 bilhões. Atualmente, a PEC que criou o Fundeb está tramitando no Senado. Diante desta nova realidade, será possível ampliar no próximo ano a oferta de vagas na educação infantil em Salvador.

Está situada na capital da Bahia a primeira escola de educação infantil do Brasil, denominada Escola Municipal Baronesa de Sauípe, criada em 1935, mesmo ano da fundação da Secretaria Municipal da Educação. O secretário Ney Campello é um dos ex-alunos da Baronesa de Sauípe.

Educação de jovens e adultos

A partir de julho de 2006, as escolas comunitárias também abrirão suas portas à educação de jovens e adultos. Dentro de alguns dias, será assinado um convênio entre a Secretaria Municipal da Educação e Cultura e a AEEC, através do qual serão inauguradas 213 salas de aula para a alfabetização e profissionalização de jovens e adultos. Esta ação atenderá cerca de 5.300 novos alunos. Esta parceria integra o Programa Salvador Cidade das Letras, cuja meta em 2006 é alfabetizar 30.000 jovens e adultos.