pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Alfabetiza Salvador eleva desempenho da rede municipal

14 de nov de 2013 - dev

Nesta quinta-feira, 14 de novembro, comemora-se o Dia Nacional da Alfabetização. Na capital baiana, a Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Educação, desenvolve um trabalho voltado especialmente para garantir que crianças tenham acesso cada vez mais cedo ao contato com letras e números: a Operação Alfabetiza Salvador. Lançada em março pelo prefeito ACM Neto, a ação tem como finalidade promover a alfabetização dos alunos das escolas municipais aos seis anos e preparar a rede para a construção de um sistema estrutura de ensino.

Outro objetivo da Operação Alfabetiza Salvador, que será realizada até dezembro, é desenvolver o educando para o exercício pleno da cidadania e das competências específicas para cada etapa de escolarização. Durante o lançamento do projeto, o prefeito ACM Neto reforçou que o desejo da Prefeitura igualar a qualidade do ensino da rede pública de Salvador à das melhores escolas da rede particular.

Citando dados de 2012, ele lembrou que Salvador ficou em 22º lugar nas séries iniciais e em penúltimo nas séries finais na última avaliação do Ideb. “Podemos continuar com esses índices na nossa cidade? É assim que vamos promover uma revolução na Educação das nossas crianças?”, questionou ACM Neto, acrescentando que, se o desejo é modificar esta realidade, o problema terá que ser enfrentado e exemplos que dão certo, seguidos.

Segundo a coordenadora de Ensino e Apoio Pedagógico da SMEC, Luciene Santos, um dos grandes ganhos do projeto é envolver toda a rede para pensar na problemática da alfabetização. “Hoje, professores e gestores de ensino da Prefeitura se reúnem pelo menos uma vez por mês, aos sábados, para discutir questões pertinentes à educação”, diz a coordenadora.

Luciene explica que os estudantes são analisados individualmente sobre as habilidades adquiridas e as dificuldades identificadas. “A partir daí, os professores desenvolvem estratégias para sanar essas dificuldades. Para mim, todo esse envolvimento já é um diferencial do projeto”.

De acordo com a coordenadora da SMEC, até agora, todos os resultados da operação apontam para uma melhora significativa no processo de alfabetização dos estudantes a partir do 1º ano do ensino fundamental. “As ações têm proporcionado não só um gosto maior pela aprendizagem e pelo sistema de livros e leitura, como também melhor domínio da leitura e interpretação dos textos”.

Ensino reforçado

Também consta do projeto a melhoria do aprendizado dos alunos não alfabetizados do 3º ao 5º ano. A estratégia é corrigir a defasagem dos conhecimentos básicos de leitura, escrita e matemática e oferecer alternativas para melhoria da qualidade da Educação. Localizada no bairro da Liberdade, a Escola municipal Manoel Florêncio é uma das beneficiadas pelo projeto.

A escola conta com três turmas para atender de forma exclusiva a estudantes do 3º ao 5º anos que estão em descompasso no processo de alfabetização. Segundo a diretora da unidade, Eliseth Caetano, cada grupo é formado por sete alunos que, durante 1h30, recebem maior atenção do professor para superar suas dificuldades de aprendizado. As aulas acontecem no mesmo turno em que o grupo freqüenta o colégio.

Aluno do 4º ano, Ailton Souza Santos, 11 anos, revela que, até o início do ano, tinha muita dificuldade para ler e fazer contas. “Antes eu não prestava muita atenção na aula. Mas, agora, a sala tem menos gente e a professora pode dar mais atenção a gente. Já estou lendo e fazendo contas bem melhor. Até já li um livro todo”, revela Ailton.

Dentro do Operação Alfabetiza Salvador, também são realizadas avaliações externas bimestrais em língua portuguesa e matemática e os docentes que atuarem na operação receberão gratificação financeira até o término da ação.

Sobre a data

A data 14 de novembro foi instituída como Dia Nacional da Alfabetização em 1966, para relembrar a criação do Ministério da Educação e Cultura, em 1930. A comemoração ressalta a importância do combate ao analfabetismo no Brasil. A data também é um estímulo para a sociedade refletir sobe o artigo 205 da Constituição Federal de 1988, segundo o qual “a educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho”.