Alunos da Escola Municipal Dorival Caymmi visitam ballet do Teatro Castro Alves

08 de out de 2019 - Jornalismo

Doze estudantes do Grupo de Dança Abaeté da Escola Municipal Dorival Caymmi, situada em Nova Brasília de Itapuã, tiveram a oportunidade de assistir no dia 6 à aula do ballet clássico da companhia Balé do Teatro Castro Alves, companhia oficial do Estado da Bahia e que existe há 38 anos. Essa visita foi o resultado do projeto de intervenção de Arte Educação em Dança realizado no ano de 2017 na escola pelo professor Agnaldo Fonseca, proporcionando às crianças experiências que passam pelo saber sensível através da dança. Além de conferir os ensaios do ballet, os estudantes também tiveram a oportunidade de assistir ao ensaio geral da companhia de dança.

“Para as crianças foi um momento revelador em saber que a dança vai além das expressões populares nos contextos socioculturais de vida. Como educador e arte educador acredito que o fundamental de desenvolver a arte no espaço da Escola seja a oportunidade de educar as nossas crianças a respeitar o outro em suas diferenças, seja de credo, classe, fenótipo, opinião. O importante é saber conviver com a diversidade humana”, salientou ele.

Coreógrafo, bailarino, pedagogo e arte educador o professor Agnaldo criou o grupo que envolve estudantes do 2º, 3º, 4º e 5º anos do Ensino Fundamental e do Programa Se Liga com faixa etária entre 7 a 12 anos. A ideia de levar as crianças para conhecer o balé foi do próprio professor, pois no período do projeto visitaram o TCA com o propósito de oportunizar aos estudantes apreciar a arte.

“Apreciar faz parte de uma das diretrizes didáticas para uma ação de Arte no espaço de educação escolar formal para o Ensino Fundamental, essa visão defendida pela grande referência em Arte Educação no Brasil, Ana Mae Barbosa, primeira Doutora Brasileira formada em Arte Educação nos EUA e a maior referência de Arte Educação no Brasil, com a qual aprendi como desenvolver uma diretriz para o desenvolvimento da Arte na Escola a partir da apreciação, experiência, criticas e discussões sobre”, explicou ele.

A diretora Marinalva Gonzaga Estrela fala de como o projeto que vem trazendo mudanças no comportamento educacional das crianças. ”O projeto vem sendo desenvolvido com êxito, já que há a mudança positiva no comportamento dos alunos que participam e esta é refletida na melhoria do desempenho acadêmico, na postura em sala de aula. A palavra é comprometimento e prazer em fazer parte da escola, sentimento de pertencimento e elevação da autoestima”.