pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Alunos da Escolab Boca do Rio visitam Hackaton da Nasa

23 de out de 2018 - Jornalismo

Cerca de vinte alunos da Escolab Boca do Rio tiveram uma tarde repleta de descobertas na sexta-feira (19), ao conhecerem o Nasa Space Apps Challenge 2018, realizado no espaço Hub Salvador, no bairro do Comércio. O evento, realizado entre os dias 18 e 21 de outubro, é uma espécie de maratona de desenvolvimento de tecnologia que envolve pessoas de diferentes áreas preocupadas em encontrar soluções para problemas envolvendo questões terrestres e espaciais em um curto período de tempo. O foco das ideias apresentadas deve ficar para os maiores desafios que a Terra e o Espaço estão atualmente enfrentando. Assim, a robótica, a visualização de dados, o design, o hardware e outras aplicações devem ser entendidos como suportes.

De acordo com o professor de experimentação cientifica do Escolab Boca do Rio, Anderson Caribé, a experiência é de suma importância para os alunos verem na prática a importância do trabalho cooperativo. “Já desenvolvemos ideias de aplicativos, soluções dentro da comunidade. No dia a dia, tentamos incentivar que nossos alunos busquem as soluções e percebam a necessidade do processo como um todo, e como ele perpassa por todos e não por um só”, explica.

Esta foi a primeira vez que o evento aconteceu em Salvador, entre as 16 cidades brasileiras que garantiram participação no Hackathon da Nasa que ocorreu, simultaneamente, em 72 países. Voltado para maiores de 18 anos, o evento abriu uma exceção na programação para receber os alunos da Rede Municipal de Educação, como detalha Alessandra Hatori, representante da Nasa para a cidade de Salvador. “Um pai inscreveu uma criança de 13 anos e quando estávamos fazendo a conferencia, eu tive que excluir essa inscrição. A mãe veio aqui pra ver como era o espaço das atividades e tivemos que dar a noticia que ele não iria participar. Foi aí que a criança encheu os olhos de lágrimas por que o sonho dela é ser astronauta. Foi ai que a gente conseguiu viabilizar as visitas guiadas com o Hub e contatamos a prefeitura para que pudessem trazer essas crianças e ano que vem, queremos trazer ainda mais”.

Durante a visita, os alunos visualizaram todo o processo, o trabalho das equipes e experimentaram os óculos de realidade virtual, onde tiveram o prazer de experimentarem um passeio pelo espaço, como se fossem verdadeiros astronautas. Foi assim que se sentiu Luis Carlos Almeida, do 6º ano do ensino fundamental. “Gostei demais da realidade virtual, mas senti um pouco de medo por que tentei pegar as estrelas e fiquei meio perdido no começo. Não sabia pra onde ir, vi tudo preto, mas depois fui me situando. Foi muito legal”, relata.

O professor Anderson Caribé ressalta ainda que a experiência também chegará à sala de aula na Escolab Boca do rio. “A gente sempre busca discutir experiências como ponto de partida para nossas atividades. Aqui temos três alunos que vieram como repórteres e irão relatar essa experiência para toda a Escolab, e a partir dai a gente pretende desenvolver uma discussão dos problemas locais e quem sabe até realizar o nosso Hackaton, desenvolvendo através de aplicativos, propostas de melhorias para a comunidade”, pontua.

Leandro Maciel, aluno do 9º ano e um dos “repórteres” da visita tem dificuldades para relatar o que mais gostou. “O que eu mais gostei? De tudo, de estar aqui, de ver isso tudo de perto. O que vou contar para meus colegas é que a experiência foi fantástica”, comemora.

E a experiência empolgou ainda mais o aluno Luis Carlos Almeida, que faz parte do Centro de Jogos da Escolab Boca do Rio e ao final da visita relatou que já tem planos futuros na área de experimentação cientifica. “A gente quer muito conseguir criar um jogo sobre cultura e sexualidade. Tomara que com o passar do tempo seja possível”, finaliza.

Nasa Space Apps Challenge – O Nasa Space Apps Challenge chegou ao Brasil ano passado, quando ocorreu em 187 cidades de 69 países e envolveu mais de 25 mil pessoas.

Na capital baiana, os 100 participantes que participaram pela primeira vez, foram divididos em equipes para desenvolver projetos e apresentá-los no último dia do evento (21). A comissão julgadora escolheu duas propostas vencedoras que vão concorrer em nível internacional. A premiação nesta etapa será definida pela Nasa, já os vencedores locais ganharam bolsas para o THINK Centro de Idiomas, da Rede FTC. Para saber mais sobre o hackaton, acesse o site: https://2018.spaceappschallenge.org/locations/salvador.