OUTUBRO ROSA: PREVENÇÃO CONTRA O CÂNCER DE MAMA

OUTUBRO ROSA: PREVENÇÃO CONTRA O CÂNCER DE MAMA

pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Alunos da Ilha de Maré visitam a Casa de Jorge Amado e Zélia Gattai, no Rio Vermelho

18 de dez de 2017 - Jornalismo

Na manhã do dia 12 de dezembro, os alunos da Escola Claudemira Santos Lima, situada na Ilha de Maré, que participaram do Prêmio Jorge Amado de Literatura, fecharam o ano letivo com chave de ouro: ganharam uma emocionante visita à Casa do Rio Vermelho, lugar onde viveu por 11 anos os escritores Jorge Amado e Zélia Gattai e que abriga o acervo do casal, com vídeos, efeitos sonoros, fotos e exposições com objetos de uso pessoal dos antigos e ilustres moradores.

Com um jardim de árvores frutíferas, rodeado de muito verde e lembranças, as crianças tiveram uma manhã de aprendizado, conhecimento e muita literatura.

A professora e mediadora do Instituto Ayrton Sena, Patrícia Lopez, que atua em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (Smed), falou do orgulho que sentiu ao ver os alunos participarem de um evento tão especial. “Resolvemos dar de presente de fim de ano essa visita para eles aqui na Casa de Jorge Amado, para que conhecessem a história desse autor tão importante e que dá nome ao Prêmio que eles participaram, também como forma de ampliar as vivências, conhecer novos lugares e perspectivas e ter experiências diferenciadas”, explica.

A aluna Mirela Estrela de 11 anos, estudante da 5ª série A, achou incrível ter participado do Prêmio Jorge Amado, promovido pela Smed, e de estar ali vivenciando toda a importância da história dos escritores. “Foi incrível ter participado do Prêmio. O título que dei ao meu trabalho foi ”Poesia” e a minha inspiração veio da minha vivência na Ilha de Maré, de tudo que a Ilha nos oferece para sobreviver, por isso resolvi escrever com muito carinho sobre o lugar onde nasci. E estar hoje aqui visitando esse lugar de muita poesia está sendo muito gratificante”.

A cada cômodo que as crianças entravam, elas se deparavam com novas descobertas. Com os ouvidos e olhos bem abertos e atentos a tudo, as crianças iam prestando atenção ao que as orientadoras falavamm sobre os objetos da casa, contando o quanto Zélia e Jorge foram felizes ali.

De acordo com a diretora da Escola, Marisângela Lima, tudo foi muito bem apresentado. “ É maravilhoso estar aqui nessa casa, onde se respira poesia. Tenho certeza que a sensação que estou tendo essas crianças também estão sentindo. A gente vê nos olhos delas o quanto esse momento será inesquecível. Cada parte dessa casa tem uma história, a apresentação aqui feita nos deixa com vontade de ficar, nos faz sentir parte daqui e poder proporcionar esse momento especial para essas crianças é tirá-las da invisibilidade, trazer o Quilombo para o continente”, enfatizou a gestora.

Quem também ficou feliz com a presença dos alunos da escola foi a neta de Jorge e Zélia, Maria João Amado. Segundo ela, abrir as portas da casa para visitas como essa era o sonho da avó, que adorava a casa cheia de crianças.“Era o sonho de minha avó fazer dessa casa um lugar de visitação para as pessoas e principalmente para as crianças, que sempre trazem alegria para o lugar e que também inspirou os dois a escreverem muitas histórias”.

Depois da excursão pela casa, as crianças foram para o jardim fazer um piquenique literário e lá fizeram uma homenagem a Jorge Amado e Zélia Gattai. Maria João ficou emocionada com o carinho e com as poesias recitadas pelas crianças.

Fotos: André Carvalho – Ascom/Smed.