pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Alunos da rede municipal de ensino participam do Dia Mundial de Limpeza das Praias

14 de set de 2007 - dev

Quinze de setembro é o Dia Mundial de Limpeza das Praias. Nesta data, pessoas de 100 países participam de mutirões de limpeza das praias, através da campanha Clean Up The World. Numa parceria com a ONG Joguelimpo, a Secretaria Municipal da Educação e Cultura também atuará nesta ação de educação ambiental, envolvendo 840 alunos de 15 instituições de ensino da rede municipal. Um dos pontos de concentração será em Itapuan, às 9h00, em frente à escultura da Sereia. Os estudantes também estarão presentes em caminhadas na Cidade Baixa e Subúrbio.

Desde 1997 já foram realizadas 08 edições do projeto, envolvendo 7.888 participantes. No total, eles coletaram 31,3 toneladas de resíduos. As ações também contemplaram a doação de 2.759 quilos de alimentos e o envio de 893 livros para projetos de incentivo à leitura.

Na atual gestão, a Secretaria Municipal da Educação e Cultura implantou um Núcleo de Educação Ambiental. Em 2006, todos os cerca de 4.000 professores da rede municipal de ensino receberam o Atlas Ambiental de Salvador e um caderno de atividades de Educação Ambiental. E os professores da rede são capacitados ao tema através de cursos e oficinas.

E no ano passado a Secretaria implantou, em parceria com a Limpurb, o Projeto de Coleta Seletiva de Lixo em unidades da rede municipal de ensino. O órgão distribui às escolas sacos para coleta e caixas coletoras feitas com orelhões danificados.

Além disso, diversas unidades do sistema municipal de ensino desenvolvem ações de educação ambiental. Na Escola Municipal Irmã Elisa Maria (Nova Brasília), por exemplo, os estudantes produzem brinquedos feitos com garrafas Peti. Já a Escola Municipal Zulmira Torres, localizada no Nordeste da Amaralina, desenvolve o Projeto Horta Educativa, realizado por estudantes e professores.

Já a Escola Municipal Malê de Balê, localizada na Lagoa do Abaeté, foi destaque na Revista Nova Escola. Com uma localização privilegiada para o enfoque da questão, a comunidade escolar articulou diversos conteúdos e criou uma cultura de trabalhar a questão ambiental todos os dias, com as classes de Educação Infantil e nas séries iniciais do Ensino Fundamental. As crianças já estão familiarizadas com tarefas como a observação dos fenômenos da natureza e passaram a entender como se dão as interferências do ser humano na paisagem.