pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Alunos da rede municipal realizam apresentações artísticas no Instituto Araketu

31 de ago de 2005 - dev

Maira Azevedo

Cerca de 600 alunos, de 13 escolas da rede municipal de Salvador, apresentaram atividades artísticas e culturais, hoje (31/08), na sede do Instituo Cultural Araketu. As performances, com atividades como jograis e espetáculos de dança, integram uma série de homenagens da Secretaria Municipal da Educação e Cultura aos quatro grandes líderes da Revolta de Búzios, conhecida também como Revolta dos Alfaiates.

Após estudos e pesquisas, os alunos das unidades escolares construíram atividades artístico-culturais para relembrar os esforços dos insurgentes em defesa da construção de uma sociedade justa, livre e igualitária. Cada apresentação tinha a intenção de retratar os acontecimentos que envolviam a história da Revolta dos Búzios, que culminou em 12 de agosto de 1798.

O evento foi uma oportunidade dos alunos assistirem e apresentarem os seus conhecimentos sobre a revolta. Estudante da 4º série da Escola municipal Raimundo Lemos Santana, Lorena Reis afirmou que participar das homenagens aos quatro líderes, que lutaram pela liberdade e igualdade racial, é muito importante para todos os estudantes, pois é uma forma diferente de aprender história. “Quando eu estava ensaiando para apresentação de minha escola que ouvir falar da Revolta dos Búzios, até então, eu não conhecia. Gostei de me apresentar e ver o que as outras escolas tinham realizado”, declarou a aluna.

Presidente da Comissão da Implantação da Lei 10.639 /03 na Secretaria Municipal da Educação e Cultura, (a lei determina o ensino de História da África e Cultura Afro-brasileira) Darci Xavier afirmou que as apresentações desses estudantes são fundamentais para o resgate da auto-estima, pois o trabalho em grupo fomenta novas produções de saber. “ Para os alunos, é importante a realização destas apresentações, pois essa é uma forma de compreender que o conhecimento pode estar além da sala de aula, que eles próprios podem ser detentores da informação”, afirmou.

O evento durou cerca de 4 horas e, além dos alunos da rede municipal, reuniu membros da comunidade de Periperi e parceiros da Secretaria, como a banda mirim do Ilê Aiyê, Didá e Pracatum.