pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Alunos municipais viram monitores para ajudar os colegas de sala

04 de jun de 2013 - dev

Quando criança, quem nunca brincou de escolinha, tendo como aluno o irmão mais novo ou um amigo? Ou quem nunca pensou em ser professor? Na rede municipal, o que era brincadeira virou realidade para dez alunos do 2º ano da Escola Municipal Manoel Florêncio, no Largo do Tanque.

A ideia de levar a brincadeira para dentro da sala de aula foi da professora Valéria Marinho, que percebeu que colocar alguns alunos como monitores ajudaria no aprendizado dos que têm dificuldade na leitura e escrita. “Os alunos estão realmente aprendendo e os que estão monitorando estão muito felizes em ajudar o coleguinha”, afirma Valéria.

A turma é composta por vinte e três educandos, com idades entre sete e dez anos, sendo treze os monitorados. Para ser um professor mirim, foi preciso ter um bom desenvolvimento na leitura, na escrita e acima de tudo paciência e respeito com o outro. A professora elaborou junto à turma um sistema de monitoria onde quem já consegue decodificar as palavras ajuda os que ainda não conseguem. Cada monitor fica responsável por um aluno.

As atividades, que tiveram início no mês de maio, são realizadas com o livro Aprender a Ler, do Instituto Alfa e Beto, implantado este ano nas escolas da rede que aderiram ao Sistema Estruturado. No momento da dinâmica os estudantes recebem o livro e os monitores leem o enunciado das atividades, auxiliando os colegas no momento das dúvidas, além de escutar cada um no momento da leitura. Ao encerrar esta etapa, a professora valida o trabalho do monitor, observando a leitura de todos os estudantes.

Monitora da colega Alana Reis, Maria Aparecida Cavalcante, 9 anos, fala com orgulho da sua aluna e a incentiva sobre a importância de aprender a ler. “Ela não me dá nenhum trabalho, eu digo que ela precisa ler e ela faz tudo direitinho. Quando ela fala uma palavra errada, eu digo que está errado, mas não falo a certa, se não, ela não aprende”, explica a monitora que já pensa em ser professora quando crescer. “A monitora pede para eu ler e eu vou dizendo as sílabas para depois dizer a palavra toda. Eu leio muito devagar para aprender”, disse Dandara Araújo, 8 anos, monitorada pela coleguinha Bianca de Oliveira.

REFORÇO NA APRENDIZAGEM – Além da leitura, Valéria Marinho realiza com os alunos, diariamente, ditado, exercícios de montar letra por letra até formar a palavra e ditado de frases, em cada término da lição. “Eu me sinto realizada com essa atividade, eu tinha aluno que não lia nada, e hoje, ele já junta letra por letra formando as sílabas, esse retorno é muito gratificante”, diz Valéria.

A professora se diz realizada com o desenvolvimento dos seus alunos e pretende continuar realizando as atividades em sala de aula. “Pra mim é o cumprimento da minha missão, que é ajudar os alunos a ler e a escrever. Eu sou a condutora para eles aprenderem e quando eles conseguem, fico realizada”, diz emocionada. A meta da professora é chegar ao final do ano tendo todos os alunos lendo e escrevendo com fluência.