pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Alunos pedem preservação do Abaeté no Dia da Água

22 de mar de 2013 - dev

Para comemorar o Dia Mundial de Preservação da Água, os alunos da Escola Municipal Malê Debalê, em Itapuã, fizeram uma caminhada e deram um “abraço” na Lagoa do Abaeté, nesta sexta-feira (22). A atividade, que teve como objetivo desenvolver a reflexão sobre a consciência ambiental, preservação da água e o cuidado com a dengue, foi animada pelo batuque da bateria do bloco afro Malê Debalê, que completa 35 anos neste sábado (23).

Os alunos entregaram folders para a população contendo dicas para economizar água e combater o mosquito da dengue. Antes de dar o abraço simbólico na lagoa, os estudantes fizeram um minuto de silêncio para chamar a atenção da sociedade e do poder público para a preservação do local. “Não só a escola Malê, mas todas as unidades da rede municipal têm o papel de conscientizar os alunos e a comunidade para a preservação da água. E é isso que estamos fazendo”, ressalta a gestora Rosyvone Gomes.

“A água é a única esperança de vida, sem a água não somos nada. Lá em casa todo mundo tem a mania de deixar a torneira aberta e eu corro para fechar tudo”, conta o aluno Rodrigo Silva, de 10 anos. Os estudantes foram divididos em quatro alas que abordaram os seguintes temas: A importância da água; Cuidado com a Dengue; Revitalização da Lagoa do Abaeté e a especial do Aniversário do Bloco Afro Malé Debalê.

“Para viver a gente precisa de água. Não podemos poluir as lagoas, os rios e o mar, pois vamos depender da água no futuro”, explica a aluna Kauane Silveira, de 10 anos, mostrando que aprendeu a lição. As crianças fizeram um apelo para a revitalização da lagoa, que está com as águas no nível mais baixo desde 2008 e é um dos cartões-postais de Salvador.

Subúrbio – Os alunos da Escola Municipal Úrsula Catarino, em Plataforma, também realizaram uma caminhada pelo Parque São Bartolomeu, no Subúrbio de Salvador. Os estudantes pediram pela preservação do local, que é uma das maiores reservas de mata atlântica da capital baiana.