OUTUBRO ROSA: PREVENÇÃO CONTRA O CÂNCER DE MAMA

OUTUBRO ROSA: PREVENÇÃO CONTRA O CÂNCER DE MAMA

pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Apresentação teatral retrata força feminina

03 de nov de 2010 - dev

Será realizada nesta sexta-feira (05), às 16h30, no auditório do anexo II, da Secretaria Municipal da Educação, Cultura Esporte e Lazer (Secult) a apresentação teatral da peça “Maldito Coração (me alegra que tu sofras)”.

A peça, que será interpretada por Alice Lopes, tem a direção da atriz, Tânia Tôko e texto de Vera Karam, retrata a realidade de muitas mulheres que compõem o cenário brasileiro. A encenação tem como principal objetivo fazer com que a sociedade reflita sobre formas de uma relação mais respeitosa e igual, no que se refere ao quesito direito, entre homens e mulheres, tão ambíguos e complexos.

QUANTO A ENCENAÇÃO

A peça será apresentada em um espaço vazio aonde o que vai dando os contornos cênicos são os elementos de cena. O discurso gera em torno dos sentimentos ocultos de uma mente fragilizada e até onde esses mesmos sentimentos podem nos levar. O que é imaginação ou realidade? Que linha estreita é essa que separa esses dois pólos? O quão cruel é estarmos envolvidos nessa tênue linha. Esses aspectos farão com que o publico identifique as suas próprias vivências e expectativas em relação aos seus sentimentos e comportamentos. O monologo traz ao público uma mulher de meia idade em profunda solidão, mergulhada em suas nostálgicas lembranças. Entre devaneios e introspecções fixa-se em uma parte de sua vida, que marcou a sua memória transtornada. O discurso enfoca ainda a condição humana: humor, absurdo, loucura e solidão. O meio tom que é impresso na interpretação é de uma ironia quase imperceptível, onde o riso e a dor trocam várias vezes de máscara. A chama da paixão é dominada em favor da sutileza e da sugestão. Essa mulher quer ser ouvida, amada e compreendida, nesse determinado ponto da sua vida passa a acreditar em uma mentira, que para as pessoas que a estão ouvindo, pode-se tornar uma grande verdade. Existe alguma coisa mais verdadeira do que aquelas que a gente acredita? As pessoas acreditam naquilo que elas querem acreditar.