OUTUBRO ROSA: PREVENÇÃO CONTRA O CÂNCER DE MAMA

OUTUBRO ROSA: PREVENÇÃO CONTRA O CÂNCER DE MAMA

pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Aprovados no IFBA, alunos da Rede Municipal de Educação falam sobre a alegria da conquista 

11 de abr de 2018 - Jornalismo

Ex-alunos da EM Jorge Amado, Eviane de Amorim e Cleibson Santos já estão estudando no IFBA

Eviane de Amorim, Cleibson Santos ambos de 16 anos, os gêmeos Iberson e Everton Brito, de 15 anos, são alguns dos alunos da Rede Municipal de Ensino de Salvador que foram aprovados no Processo Seletivo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA). Concorrida, a seleção garante aos aprovados vaga para o ensino integrado, no qual o aluno estuda o Ensino Médio e o curso técnico ao mesmo tempo.

De acordo com Alcides de Oliveira, diretor da Escola Luiza Mahim, onde estudaram Iberson e Everton, os alunos tiveram as mesmas aulas que os demais estudantes da rede municipal e, embasados nos conteúdos apresentados na sala de aula em conjunto com aulas extras, estiveram aptos a participar do processo seletivo. “É bom ver o resultado do empenho da comunidade escolar diante das mudanças e melhorias que foram feitas durante as aulas de reforço. E, através desse esforço conjunto, tivemos a aprovação desses estudantes. Estamos felizes por esses alunos que representam uma nova semente da nossa Rede Municipal de Educação”, salientou.

Cleibson dos Santos, aluno da escola Jorge Amado, foi aprovado na seleção de 2016 e já faz o curso de Eletrônica no IFBA. “Estar lá me faz ver que eu posso escolher o que eu quero para o meu futuro. O incentivo que tivemos dos professores em sala de aula foi essencial para eu ver o quanto é importante se dedicar, estudar e ir em busca de novos objetivos”, diz. “Agora quero me dedicar muito para poder agradecer, através do meu crescimento, todo carinho e dedicação deles”.

Eufórica com a conquista, Eviane Amorim, aluna do curso de Geologia, nunca imaginou um dia poder ser aprovada em um processo seletivo tão concorrido como o do IFBA. “Nunca imaginei que eu pudesse fazer um curso como esse. Moro em um lugar humilde, minha família é humilde não tem recursos financeiros para pagar cursos caros e hoje estou em um Instituto que me faz querer crescer e pensar em um futuro melhor. Agradeço aos professores pelo incentivo e esforço e por nos apoiar em todos os momentos”, enfatizou.

Iberson e Everton Brito, ex-alunos da Escola Municipal Luiza Mahim

“Ter alunos da rede pública aprovados na concorrida seleção do IFBA, mostra que existe uma dedicação e preocupação dos coordenadores e professores com o futuro desses estudantes”, disse Mariana Soledade, coordenadora da Escola Municipal Luíza Mahim, unidade que somou cinco estudantes aprovados no certame.

Segundo Everton Brito, que vai iniciar o ano letivo no IFBA em meados de junho (o Instituto está com calendário especial) ter sido aprovado no curso profissionalizante em Edificações foi uma conquista muito especial e que foi resultado de muito esforço e do apoio dos professores e da escola. “É muito concorrido, muitos jovens gostariam de fazer essa seleção e passar, mas nós conseguimos. Sei que lá vamos agregar valores ótimos de conhecimento”. Iberson divide a mesma alegria e a mesma opinião. “A escola teve um papel importante, porque, primeiro, foi aqui que nos informaram sobre os cursos da escola técnica. Depois, tivemos todo apoio na preparação. E pretendo incentivar outros a fazerem o mesmo, pois é um curso que abre portas e para entrar depende de vontade, dedicação e focar bastante no estudo”, conclui.

Durante todo o processo de aprendizado, os professores reservavam um tempo da aula para que os alunos pudessem estudar as apostilas de concursos anteriores com simulados e tirar dúvidas sobre os assuntos mais difíceis. A professora de Geografia Daniela Dorea, da Escola Luiza Mahim, salientou que para esse resultado ter sido positivo houve um comprometimento de todos. “Eu acredito que foi um processo em conjunto, com a comunidade, a questão do interesse deles mesmos, os professores e a coordenação da escola, dando todo suporte, trazendo simulados, incentivando o professor a fazer isso, sem esse apoio pedagógico não conseguiríamos realizar o trabalho sozinhos”, afirmou.

“O que fizemos não foi apenas preparar esses estudantes para participação no processo, mas principalmente visamos oferecer a possibilidade de permanência desses alunos para que eles tenham uma trajetória escolar sem retenções”, é o que declarou o professor de Matemática Gustavo Abreu, da Escola Jorge Amado que trabalhou o Raciocínio Lógico com os estudantes.

Alunos aprovados na seleção 2017/2018:

Escola Municipal Professora Suzana Imbassahy: Jaqueline Karla Santana da Guia; Pedro Felipe Pessoa Ciuffo de Oliveira; Stefany Silva Bonfim dos Santos.
Escola Municipal Jorge Amado: Ana Catarina dos Santos Medeiros; Daniely Dias Santos; Deborah Andrade de Jesus; Dominique Mascarenhas Silva Santos; Gislane dos Santos Couto; Raphael de Jesus Gramosa; Reidijane Cerqueira de Jesus; Júlia Amorim da Silva; Roseana Silva de Jesus.
Escola Municipal Teodoro Sampaio: Gleidson marinho Pereira; Gabriel de Araújo Almeida.
Escola Municipal Nova Sussuarana: Guilherme Albues Alves da Silva; Eduardo de Jesus Oliveira.
Escola Municipal 15 de Outubro: Wesley Cunha Santos.
Escola Municipal Alfredo Amorim: Dayse Annne Pereira Souza ; Manoela Oliveira dos Santos; Daniel Conceição de Jesus; Alessandra Caroline Macedo Menezes; Yan Porfirio da Paixão.
Escola Municipal Pituaçu: Adelmo Sacramento Santos Junior; Silvia Rocha dos Santos; Vitoria de Jesus Conceição Chagas; Layze Maria Braga de Souza.
Escola Municipal Professora Alexandrina Santos Pita: Paloma Verbana Gama Afonso Godinho.
Escola Municipal Santa Rita: Tatiana Almeida dos Santos.
Escola Municipal Luiza Mahim: Tainá Amorim de Lima; Davi Rocha da Mota; Filipe Rocha da Mota; Everton Brito dos Santos; Iberson Brito dos Santos.

Escola Municipal Brigadeiro Eduardo Gomes: César Augusto Stuani Branco; Paloma Souza dos Santos; Lukas Kauã Batista de Jesus; Wilson Pedreira Fernandes.

O IFBA

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia ( IFBA), antigo CEFET (Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia)  é uma instituição pública federal que oferta cursos técnicos profissionalizantes de nível médio e superiores gratuitos em várias cidades da Bahia.

Para ingressar no IFBA, o candidato deve participar do Processo Seletivo, escolhendo seu curso entre os cursos técnicos nas formas integradas, subsequente e pelo Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica, na Modalidade de Jovens e Adultos (Proeja) e superiores (bacharelado, licenciatura e graduação tecnológica).

Os estudantes que desejam fazer um curso técnico (integrado e subsequente) devem fazer uma prova; os que querem cursar o Proeja devem ficar atentos à forma de seleção em cada campus. Já para ingressar nos cursos superiores é necessário fazer o ENEM. Esses cursos são gratuitos.