pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Caravana do Esporte semeia inclusão social

22 de ago de 2007 - dev

Antonio Luiz Diniz

Semeando inclusão através do esporte e abrindo a escola para a comunidade, a Caravana do Esporte, que foi implantada, em março, no Centro Municipal de Educação Cid Passos, em Coutos, já é uma realidade em Salvador e se transformou num marco histórico para o desenvolvimento esportivo na periferia de nossa capital. Tudo isso aconteceu graças ao empenho da coordenação de esportes da Secretaria Municipal de Educação, que deu seqüência ao trabalho iniciado em março quando o projeto foi lançado pela TV a cabo ESPN Brasil, com apoio da SMEC, Cidade Mãe e Unicef.

Segundo a professora Ivone Portela, coordenadora de esportes da SMEC, o secretário Ney Campello deu todo o apoio para a continuação da caravana em Salvador. Todas as pessoas preparadas na primeira edição na Escola Cid Passos tornaram-se multiplicadores, difundindo o projeto para professores, oficineiros da escola abertas e líderes comunitários.

O projeto terminou beneficiando as comunidades de Pirajá, Cajazeiras e Castelo Branco (na Escola Arlete Magalhães, Subúrbio I e II (na Escola Cid Passos), Centro, Cidade Baixa e Liberdade (na Escola Carlos Novarese; no Queimadinho), São Caetano, Cabula e Bom Juá (na Escola Jaqueira do Carneiro). Nesta sexta-feira, dia 24, haverá o encerramento, atendendo a todas as escolas da CRE Orla e Itapuã, no Instituto Municipal de Educação José Arapiraca, na Boca do Rio.

A Caravana do Esporte está na sua terceira edição e, além de Salvador, já beneficiou comunidades de Senhor do Bonfim, Conceição do Coité, Curaçá e Uauá. A experiência em Salvador se transformou num marco, porque, graças ao apoio recebido da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, movimentou toda a cidade, atendendo mais 3 mil crianças e 620 professores.

No encerramento de sexta-feira haverá uma grande festa, com presenças inclusive dos corais do Instituto de Cegos da Bahia e do Colégio dos Órfãos de São Joaquim. A professora Ivone Portela disse que a semente plantada no início do ano, quando a caravana esteve em Salvador, pela primeira vez, com as presenças de Vladimir, Patrícia Medrado, Marta e Sócrates, frutificou e os primeiros frutos estão sendo colhidos agora. “Desde que assumiu a SMEC, o secretário Ney Campello tem procurado difundir o esporte na rede municipal e a Caravana do Esporte acabou ajudando muito o nosso trabalho”.

O secretário Ney Campello disse que o esporte é a esperança de um futuro melhor para essas crianças da periferia, que muitas vezes são marginalizadas pela própria comunidade. “Este projeto nos ajuda a refletir sobre a desigualdade social e a pensar no esporte como instrumento de educação e inclusão social”.

Momento especial – Para as crianças beneficiadas, o projeto é um momento muito especial. A-lém das brincadeiras, elas começam a ter o primeiro contato com um trabalho de iniciação desportiva e vão descobrindo a importância do esporte na formação do homem. Aliás, segundo Ivone Portela, esta é a alma da caravana, que deixou uma lição muito grande para todos os professores da rede municipal de ensino. “Não podemos desistir nunca. Nossas escolas atendem basicamente comunidades carentes, mas elas também têm direito à prática do esporte e nós podemos traçar um outro perfil, mudando o retrato do acesso ao esporte nesses bairros e regiões mais pobres de nossa cidade”.

Por causa do encerramento do programa da Caravana do Esportes, o Festival de Jogos de Salão, que iria acontecer sábado, dia 25, foi transferido para o dia 1º, no Imeja, na Boca do Rio. O Festival de Capoeira, no entanto, está confirmado para o próximo dia 30, quinta-feira, no Parque da Cidade, encerrando com chave de ouro a Semana do Folclore para os alunos da rede municipal de ensino.