pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Dança, capoeira, teatro e lançamento de livros infantis agitam o CMEI Mosa Berbert

14 de set de 2018 - Jornalismo

De forma lúdica e cheia de histórias, foi realizado nesta quinta-feira (13) no Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Mosa Berbert, situado em São Caetano, um evento que marcou a culminância dos trabalhos de literatura da Educação Infantil. A atividade contou com a participação da escritora Izabelle Valladares Mattos, que fez o lançamento dos livros “Gigi, Dentistinha” e “A princesa Cara de Mortadela do Reino de Cor Amarela”, trabalhados em sala de aula.

O evento teve apresentação de dança, capoeira, música, exposição dos cartazes e materiais confeccionados pelos alunos junto com os professores. Houve, ainda, contação de histórias e uma encenação do livro “Gigi, Dentistinha”, realizada pelas crianças dos grupos 2 e 3.

“Ver esse personagem criar vida é muito emocionante. E saber que você está de alguma forma contribuindo com a educação dessas crianças desde pequenininhas é ter a certeza de que o que eu escrevo vai além de um enredo literário, mas que é fonte de muito aprendizado”, disse Izabella Valadares, autora e presidente da Associação Nacional de Escritores (Literart).

As atividades que foram pensadas pela professora da escola e também escritora, Audelina Macieira, começaram a ser elaboradas desde julho e foram dividas em dois grupos. As crianças dos grupos 2 e 3 estudaram o livro “Gigi, a Dentistinha”, que conta a história de uma menina que sonha em ser dentista e ao mesmo tempo ensina as crianças a cuidar da higiene pessoal e bucal. Os grupos 4 e 5 ficaram com o livro “A Princesa Cara de Mortadela do Reino da Cor Amarela” – a história de uma princesa que queria conhecer outras cores em sua vida e acabou virando sol, uma forma de estimular a imaginação dos alunos ainda pequenos ampliando a imaginação.

De acordo com a diretora da escola, Roberta Carvalho, a contação de história para as crianças desenvolve o pensamento crítico e oferece para elas a possibilidade de conhecer um mundo encantador. “Estimular as crianças à leitura e à escrita, a mergulharem no mundo da literatura, a se desenvolverem e se tornarem bons cidadãos é a melhor parte da história. É também um grande exercício para a imaginação, cujo resultado é isso que vimos aqui hoje: um trabalho lindo.”

Além das apresentações, o evento contou também com as presenças da desembargadora e ex-juíza da Infância e Juventude da Bahia, Louislinda Valois, membro da Academia de Letras, Música e Artes de Salvador (ALMAS), da também escritora Zezé Negrão que expôs o livro “A menina que falava com o beija-flor” e das representantes da Gerência Regional de São Caetano Suzane Maranduba, coordenadora pedagógica, e Vanessa Magalhães, gerente interina. Também teve a participação do contador de histórias Tiago Oliveira, mais conhecido como “Zé Gato Preto”, que contou histórias para as crianças, professores e colaboradores da unidade.

Segundo a professora Audelina, realizar um evento como esse é gratificante e representa um momento de reencontro, de ensinar e de aprender com os pequenos. “Fiquei feliz em ter o projeto abraçado por todos aqui. Quando dei a ideia, a diretora Roberta foi muito receptiva e reuniu toda a equipe para que tudo isso acontecesse de forma com que as crianças se divertissem, aprendessem e tivessem esse contato com as autoras dos livros que elas estudaram. A possibilidade de ouvir o depoimento de escritores e da desembargadora Luislinda Valois mostrou para elas que é possível sonhar e realizar os sonhos”, concluiu.

Fotos: André Carvalho/Ascom/Smed/PMS