pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Delegação da Tanzânia se surpreende com alimentação escolar

28 de nov de 2012 - dev

Uma delegação do governo da Tanzânia está em Salvador até sexta-feira (30) para conhecer a experiência de alimentação escolar na rede pública de ensino, além das ações e programas na área de segurança alimentar e nutricional e agricultura familiar. A cidade também foi escolhida pela afinidade cultural, geográfica e climática com o país africano.

Os representantes visitaram, nesta quarta-feira (28), a Escola Municipal Osvaldo Cruz, no Rio Vermelho, e foram surpreendidos com o trabalho desenvolvido na unidade de ensino. “Com certeza vou levar essa experiência positiva para o meu país. Três coisas me chamaram atenção: a qualidade dos alimentos, as instalações adequadas da cozinha e o treinamento contínuo das merendeiras”, conta um dos visitantes, Obeid Aminiel.

Os alunos fizeram apresentações de capoeira, dança e da música “Heal The World”, de Michael Jackson, deixando os visitantes emocionados. “Nós pudemos observar que essa escola é completa. Além da educação tradicional, aqui tem muitas atividades artísticas e culturais”, completa o líder da delegação, Zuberi Samataba.

Os africanos querem implantar na Tanzânia um programa sustentável de alimentação escolar, tendo em vista um grande problema que aflige o país: a desnutrição. A delegação participou de reuniões institucionais em Brasília e também visitou uma unidade da rede estadual de ensino, que possui um sistema de alimentação escolar descentralizado, com a transferência de recursos financeiros do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para a própria escola, que compra os produtos que compõem a merenda escolar.

Modelo municipal

Na rede municipal, a compra e distribuição dos gêneros alimentícios são feitas pela própria Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Secult) de maneira centralizada. “Nosso trabalho é garantir a boa execução do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e o fortalecimento de uma alimentação saudável para nossas crianças”, ressalta a coordenadora de Ações Socioeducativas da Secult, Cinthia Carvalho.

Os visitantes fizeram muitas perguntas sobre a execução do PNAE, eleição e trabalho do Conselho Municipal de Alimentação Escolar; compra de produtos da agricultura familiar; produção de cardápio; consumo e desperdício; distribuição dos alimentos; e capacitação de merendeiras. “A implantação do programa vai dar trabalho, mas também será muito gratificante, pois vocês vão alimentar e fortalecer as crianças e terão alunos com vontade de ir para a escola”, explicou a diretora da unidade escolar municipal, Ana Carla Pereira.

O aluno Gabriel de Oliveira, de 9 anos, aproveitou a oportunidade e tratou logo de matar sua curiosidade, perguntando aos africanos como era a Tanzânia. “Eles me disseram que lá é muito parecido com a minha cidade e ainda tem parques nacionais com zebras, girafas e leões por toda parte. Acredita que eles me convidaram para conhecer a África?”, conta o estudante entusiasmado.

Para fechar a visita, os africanos almoçaram feijão com arroz e salada na escola e aprovaram a alimentação. “Depois dessa comida boa não quero visitar mais nada hoje, quero descansar”, disse o Obeid Aminiel, com boas gargalhadas. “Espero que possamos dar continuidade ao trabalho iniciado hoje, estreitando os laços e trocando experiências”, finaliza Cinthia Carvalho.