pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Dia do Estudante: Alunos da Rede Municipal falam sobre a rotina em tempo pandemia

11 de ago de 2020 - Jornalismo

Este 11 de agosto será um Dia do Estudante bem diferente. Em meio à pandemia da Covid-19, a suspensão das aulas presenciais e o isolamento social foram necessários para combater a disseminação do novo coronavírus. Essas medidas levaram uma nova realidade aos estudantes, que passaram a conviver com modalidades de ensino e aprendizagem diferentes.

A Rede Municipal de Salvador adotou instrumentos e meios diversos para incentivar a manutenção da rotina de estudos dos alunos, considerando as peculiaridades de cada segmento e etapa e a melhor forma de chegar a cada um com adequação e eficácia. Assim, os alunos passaram a ter atividades por vídeo ou impressas, aulas por plataforma virtual, aulas pela televisão aberta, entre outras.

Em geral, os estudantes da Rede estão se adaptando a esse novo modelo, buscando se dedicar aos estudos, mas sentem a falta de estar na escola, de conviver com os colegas. Conversamos com alguns deles e quando perguntados sobre o que mais desejam nesse momento como estudantes foram quase unânimes em responder: Voltar à escola.

 

 

Monike de Oliveira dos Santos, 6 anos, 1°ano, Escola Municipal Senador Antônio Carlos Magalhães

“Eu gosto de estudar, de fazer meus deveres, mas desse jeito, em casa, não tem graça. O que eu mais quero é que o coronavírus passe, que todo mundo fique bem e eu possa voltar para as aulas na minha escola.”

 


Helena Vitória da Silva Santos, 8 anos, 3º ano, Escola Municipal Senador Antônio Carlos Magalhães

“Minha rotina está sendo muito diferente. Acho esse novo jeito de estudar um pouco estranho. Mas minha mãe tem me ajudado muito na hora do dever. O que mais quero é que as aulas voltem logo e com segurança.”


Luca Xavier da Paixão, 8 anos, 3º ano, Escola Municipal Senador Antônio Carlos Magalhães

Pela manhã, eu faço as tarefas que vêm da escola e à tarde eu brinco e vejo TV. Acho legal, porque é em casa, e chato, porque não é na escola com os professores e os coleguinhas. Desejo que a pandemia acabe logo para voltar tudo ao normal, ver meus amigos e jogar meu futebol.


Hanna Vitória Santana Gomes, 12 anos, 6º ano, Escola Municipal Alfredo Amorim

Estou me adaptando a essa nova rotina de estudos. Tive algumas dificuldades no início. Gosto muito das aulas pela televisão, porque assim também posso rever meus professores.

Eu quero que tudo volte logo ao normal. Quero poder abraçar meus professores e também ver meus amigos maravilhosos, que eu amo


Jonathan Wallace Guedes Moreira, 12 anos, 7º ano, Escola Municipal Hildete Lomanto

“A minha rotina é estudar e assistir às aulas na TV, o que faz com que a gente continue se atualizando com os conteúdos. Esse novo jeito de estudar pra mim é estranho, porque nunca passamos por isso antes, mas estou me acostumando. O que mais sinto falta é do contato com os meus amigos e professores, então não vejo a hora disso tudo acabar pra gente voltar a se encontrar.”


Thailane Santos Rosário de Jesus, 8° ano, Escola Municipal Teodoro Sampaio

“Eu me organizo para estudar à tarde, no mesmo horário que era na escola. Ainda estou me acostumando com as aulas à distância. Sinto saudades das colegas de sala, da professora e por isso quero muito que as aulas presenciais voltem.

Gosto muito da Árvore de Livros. A leitura pra mim é muito importante, por isso me dedico bastante.”


 

Airton Alves Santos, 50 anos, EJA I, TAP III, Escola Municipal Gersino Coelho

“Eu pego as atividades toda semana na escola, respondo e entrego. É uma rotina diferente, mais solitária. Não temos mais o diálogo na sala de aula, mas para minimizar essa ausência criamos um grupo no whatsapp, onde debatemos sobre o assunto estudado e a palavra final é sempre da professora que nos orienta.

Esse novo jeito de estudar é bom, mas sinto falta da sala de aula. Quando surge uma dúvida recorro às minhas filhas ou à internet. Se a dúvida persistir, no momento que nos encontramos no grupo a professora esclarece.

O que mais quero como estudante é recuperar o tempo perdido. Não soube aproveitar as oportunidades que meus pais me deram e agora quero concluir meus estudos.”


Marcos Henrique Pereira Santos da Silva, EJA II, TAP V,
Escola Municipal Teodoro Sampaio

“Eu acho essa nova rotina boa. Tenho assistido às aulas pela televisão e pela plataforma. Acho muito prático.”