pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Docentes participam de formação do Pacto pela Alfabetização

08 de jun de 2013 - dev

Neste sábado (08), professores da rede municipal de Salvador estiveram presentes no II Encontro Pedagógico da formação do Pacto Nacional de Alfabetização na Idade Certa (PNAIC). Durante todo o dia, cerca de 950 docentes participam de palestras, oficinas e trocaram experiências em 11 polos divididos por Coordenações Regionais de Educação.

A formação, que faz parte da Operação Alfabetiza Salvador, lançada em março pelo prefeito ACM Neto e pelo secretário João Carlos Bacelar e iniciada em abril, tem como objetivo discutir a alfabetização dos alunos, além de permitir a troca de experiência e o aperfeiçoamento das práticas. A formação tem carga horária de 180 horas e as atividades vão até o mês de novembro.

A coordenadora do Pacto no município, Alana Márcia de Oliveira, que neste sábado acompanha os trabalhos no polo da regional Subúrbio I, montando na Escola Municipal Ítalo Galdenzzi, explicou sobre o encontro. “O objetivo maior do PNAIC é conseguir alfabetizar as nossas crianças até os oito anos de idade e assim, erradicar o analfabetismo na rede”, afirmou. “Nessas formações, os professores estão sendo acompanhados pelos orientadores de estudo, que são formados todo mês pela UFBA, e juntos estão trabalhando para melhor atuar em sala de aula”, completou Alana.

“Todo professor tem que ser pesquisador e, com essas formações, além de refletir sobre a sua prática, ele vai em busca de novas ideias que somem no seu fazer pedagógico”, destaca a professora do 3º ano da Escola Municipal de Luiz Anselmo, Cristina Souza. Perguntada sobre a escolha do programa, a professora diz que o escolheu por seguir a mesma linha do que já vem trabalhando em sala de aula. “O PNAIC casa com a proposta que já existe na rede que é fazer os alunos aprender a conhecer, aprender a fazer e aprender a ser”, concluiu.

ALFABETIZA SALVADOR – A operação tem como metas desenvolver o educando para o exercício pleno da cidadania e das competências específicas para cada etapa de escolarização; garantir o apoio necessário para a alfabetização em caráter especial dos alunos dos demais anos de escolarização; e instrumentalizar os professores à revisão permanente de suas práticas.

A estratégia, que também prevê a alfabetização dos alunos não alfabetizados do 3º ao 5º ano, foi criada a partir da necessidade de corrigir a defasagem na aquisição dos conhecimentos básicos de leitura, escrita e matemática e oferecer alternativas para melhoria da qualidade da educação. Além disso, a operação tem a finalidade de preparar a rede para a construção de um sistema estruturado de ensino, capaz de elevar o nível de desempenho acadêmico dos alunos dos anos iniciais do Ensino Fundamental.

Também serão realizadas avaliações externas bimestrais em língua portuguesa e matemática e os docentes que atuarem na operação receberão gratificação financeira até o término da ação, em dezembro deste ano.