pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Educação inclusiva é debatida na rede municipal

23 de jan de 2014 - dev

O segundo dia da Jornada Pedagógica 2014 debateu a Educação Inclusiva na rede municipal de Salvador. O evento aconteceu nesta quinta-feira (23), no Hotel Fiesta, e reuniu professores de Atendimento Educacional Especializado (AEE), das classes hospitalares e dos Centros de Atendimento Educacional Especializado.

A abertura foi feita pela subsecretária municipal da Educação, Teresa Pontual; pela coordenadora de Apoio e Ensino Pedagógico da Secretaria Municipal da Educação (SMED), Luciene Costa, e pela coordenadora da Educação inclusiva, Tereza Cristina. A programação contou com uma palestra sobre “Desenvolvimento Integral e Integrado do aluno com deficiência”, proferida por Sheila Correia, doutora em Educação e duas mesas-redondas que abordaram o tema “Educação Inclusiva: conquistas e perspectivas da SMED”.

“Eu abracei a causa há 30 anos quando decidi cursar terapia ocupacional. Naquela época não havia sequer escola para excepcional, hoje, palestrar para professores de uma rede pública que já trabalha com a inclusão e tem como meta ampliar e qualificar este atendimento é muito gratificante”, conta a palestrante.

A professora da rede, Carla de Jesus, que trabalha com crianças com autismo na Associação de Amigos do Autista da Bahia (AMA), entende que esse debate motiva os professores e que a troca de experiência é essencial. “Essas discussões ajudam os educadores a inserir as crianças na escola regular. A cada dia se descobre novos caminhos da educação inclusiva e os professores precisam se informar e se atualizar para se sentirem seguros na sala de aula”, explica.

A subsecretária aproveitou a oportunidade e parabenizou os professores pelo trabalho importante que eles desempenham na educação pública de Salvador. “Na educação pública todo trabalho é desafiador, mas a inclusão é ainda maior. Agora, nosso maior desafio é levar esse conhecimento aqui adquirido às escolas, para que todas as unidades da rede sejam um local de inclusão que possa mudar a trajetória dos nossos alunos de forma positiva”, completa.