pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Encontro discute erradicação do trabalho infantil

05 de jun de 2009 - dev

Coordenadoras regionais e representantes das coordenadorias de Ações Socioeducativas (CAS) e de Ensino e Apoio Pedagógico (CENAP) participaram de reunião para discutir sobre trabalho infantil e propor atividades pedagógicas relacionadas ao tema. O encontro aconteceu na quinta-feira (4 de junho), no auditório do Anexo II da Secretaria da Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Secult).

A reunião faz parte da programação da Semana de Erradicação do Trabalho Infantil, iniciada desde o dia 1º de junho, na qual houve apresentação desta temática durante encontro entre diretores de 144 escolas. As apresentações são feitas pela procuradora Edelamare Melo, do Ministério Público do Trabalho (MPT).

As discussões têm o intuito de identificar formas de prevenção e erradicação do trabalho infantil na cidade. A cada dez crianças que trabalham no Brasil, uma está na Bahia; no Nordeste, 45% das crianças trabalhadoras se concentram também nos municípios baianos.

Melo chama atenção dos educadores e ressalta a importância da participação de todos, principalmente aqueles profissionais que trabalham em unidades localizadas em áreas de maior incidência da exploração.

A coordenadora regional Enaide Tavares, da CRE Itapuã, acredita que esta ação vai possibilitar a conscientização dos pais de alunos, já que estes estão inseridos numa área praieira em que grande parte do alunado realiza trabalho ambulante. “Essa ação é muito bem vinda, pois é necessária para tirar as crianças do trabalho”, afirma.

Segundo Tavares, haverá nas escolas da região um primeiro momento de conscientização dos alunos, com palestras e trabalhos com material coletado junto ao MPT. Depois, as atividades serão voltadas aos pais.

Para esta ação, foi realizada uma parceria com o Fundo Municipal para o Desenvolvimento Humano e Inclusão Educacional de Mulheres Afrodescendentes (FIEMA) que vai oferecer diversas oficinas para as mães. “A ideia é oferecer meios para que os pais possam ter alternativas e liberar os filhos”, finaliza Tavares.

Programação

No próximo dia 9 de junho (terça-feira) acontecerá um seminário sobre Trabalho infantil com foco em Educação e Gênero. No dia 10 (quarta-feira), haverá realização das atividades com contribuição de órgãos e entidades a fim de que a problemática possa ser discutida e organizada na Bahia. Neste mesmo dia, à tarde, haverá atividade de rua na Praça do Pelourinho com a participação de crianças e adolescentes do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil, além de apresentação de grupos culturais locais.