pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Encontros mobilizam educadores das dez regionais

24 de set de 2015 - Jornalismo

A primeira tarefa dos professores e gestores da rede municipal de ensino de Salvador para construir os cadernos pedagógicos dos seus alunos foi definir os quadros de conteúdos que irão nortear a produção dos materiais.  A análise aconteceu durante os encontros dos Grupos de Trabalho Regionais, que reuniram cerca de mil educadores nas dez regionais de Salvador.

Para dar conta do trabalho, os professores tiveram que fazer uma escolha difícil: eleger se queriam contribuir com os cadernos de Matemática ou de Língua Portuguesa.  Você já deve estar imaginando quais dos grupos foi o mais popular…  Apesar da tendência inicial para ficar com Língua Portuguesa, com jeitinho e alguma conversa a equipe de Matemática não ficou desfalcada. No fim das contas, os educadores ficaram seduzidos e empolgados pela área.

Com os times já divididos, foi a vez de delimitar a série em que cada professor iria trabalhar.  Assim, os grupos de Matemática e Língua Portuguesa deram origem a outros cinco subgrupos, que correspondiam do 1º ao 5º ano.

A orientação proposta pelas coordenadoras Débora Rana e Renata Frauendorf  (Língua Portuguesa) e Priscila Monteiro e Ivonildes Milan  (Matemática) era que cada bimestre deveria compreender pelo menos quatro sequências didáticas.  A cada momento, elas lembravam que era preciso dar ênfase às práticas dos alunos e focar na progressão do aprendizado.

As mesmas equipes serão mantidas durante todo o processo de produção dos cadernos, com prazo estimado em um ano e quatro meses.  Quando soube da notícia, uma professora se assustou. “Será que eu vou dar conta? É mais que uma gravidez!”.

Ela e todos os outros educadores podem ficar tranquilos. O trabalho será colaborativo e por isso não vai faltar apoio. Todos os educadores poderão colaborar com os cadernos pedagógicos por meio da plataforma. O material contará ainda com pareceres externos de duas grandes referências no ensino destas disciplinas: Telma Weisz, doutorado em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano e especialista em alfabetização; e a argentina Patricia Sadovsky, doutora em Didática da Matemática.

“Presente cultural”

As primeiras reuniões dos GTs regionais aconteceram  entre os dias 17 e 21 de agosto de 2015.  A cada dia, os encontros ocorriam em duas regiões simultaneamente, durante oito horas.  Depois de definir os quadros de conteúdos, os professores se comprometeram a levar aquela discussão para dentro das suas escolas. A ideia é que eles também reúnam boas práticas que são realizadas nas suas unidades de ensino para que elas sejam incorporadas aos cadernos pedagógicos.

No finalzinho das reuniões, os educadores receberam outro dever de casa. Um representante de uma escola da regional ficou responsável por levar, no próximo encontro de setembro, um “presente cultural” que representasse o trabalho da sua escola ou da sua comunidade.  Podia ser um poema, uma música, um artesanato, uma comida… No próximo boletim  a gente conta tudo que apareceu– e aconteceu! — por lá.

Foto: Betto Jr. / Ag. Haack