pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Escola Aberta promove cursos para oficineiros

06 de out de 2006 - dev

Foi realizado no dia 06 de outubro a abertura do curso para oficineiros de esporte, cultura e lazer do Programa Escola Aberta. A formação, que reúne cerca de 200 pessoas, permanece até o dia 08 na Escola Municipal Cid Passos. Este é o terceiro curso de capacitação de oficineiros promovido pela Secretaria Municipal da Educação e Cultura (SMEC), Ministério da Educação (MEC), Unesco e Ministério do Esporte.

Os oficineiros trabalham nas unidades escolares, promovendo oficinas de esporte, leitura, música, dança, direitos humanos e cursos profissionalizantes. Atualmente, 40 escolas da rede municipal de ensino estão inseridas no Programa Escola Aberta, realizado através de uma parceria concretizada entre o MEC e a UNESCO, tendo como parceiros a SMEC e o Ministério do Esporte.

No total, são beneficiados com o programa 12.860 pessoas, entre estudantes da rede municipal de ensino e comunidade no entorno. Segundo o secretário municipal da educação e cultura, Ney Campello, o esforço dos oficineiros ou agentes de cidadania (como prefere denominar), professores, diretores e coordenadores pedagógicos contribui significamente para o sucesso do programa. Mas, de acordo com o secretário para que o Escola Aberta seja mais completo é preciso integrá-lo com os demais programas oferecidos pela SMEC, como Salvador Cidade das Letras e Jogos Estudantis.

Campello acredita que o Programa Escola Aberta deve incentivar cada vez mais a participação da família na unidade de ensino. “A família precisa chegar mais perto da escola. Acompanhar os passos da criança e do adolescente, a fim de que eles tenham um bom desempenho escolar. O Escola Aberta é uma ponte entre a cidadania e a aprendizagem”, ressalta.

Para a representante do MEC e da Unidade de Gestão do Escola Aberta, Relcy Caribé, todos os oficineiros têm se dedicado muito ao trabalho, o que demonstra compromisso com os estudantes e com a ação cidadã, que tem como objetivo principal afastar os adolescentes e jovens da violência.

São oferecidos à comunidade cursos profissionalizantes e de informática, além de atividades esportivas e culturais. A Escola Aberta desenvolve 36 oficinas, como capoeira, origami, informática, xadrez, panificação, dança afro, violão, culinária, manicure, entre outros.

Em todo Brasil, o Programa Escola Aberta desenvolve trabalhos em 1.292 escolas, nos estados do Rio Grande do Sul, Bahia, Pernambuco, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Roraima e Mato Grosso do Sul.