pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Escolas municipais na luta contra a dengue

28 de abr de 2008 - dev

A Secretaria Municipal da Educação e Cultura (SMEC), em parceria com a Secretaria da Saúde (SMS), marcou o dia 30 de Abril como o “Dia D de combate a Dengue”, quando será realizado, na Escola Municipal Suzana Wesley, às 14h30, o lançamento do selo “Escola Livre do Mosquito” e assinado o convênio de cooperação técnica as duas secretarias. No mesmo dia, as 415 escolas da rede participarão do “Faxinaço”, ação que tem como objetivo promover uma integração entre alunos e agentes de saúde que realizarão nas unidades de ensino uma grande vistoria e limpeza para identificar e eliminar possíveis focos de proliferação do mosquito da dengue.

Escolas municipais, engajadas na campanha, já iniciaram suas atividades em combate ao Aedes Aegypti, promovendo caminhadas, eventos e palestras para conscientização de seus alunos e toda a comunidade sobre os riscos da doença causada pela picada do mosquito.

A Escola Municipal Arlete Magalhães, juntamente com seus 480 alunos do programa “Escola Aberta”, promoveu no dia 26 de abril (sábado) uma grande caminhada que seguiu da primeira etapa do Castelo Branco até o fim de linha. No trajeto, foram distribuídos panfletos e exibidos cartazes. Houve também participação de fanfarras, apresentações de karatê e capoeira. “A gente conseguiu estreitar uma parceria entre a comunidade e a escola. Tentamos conscientizar a todos de que a dengue não é um problema só do governo. Cada um tem que fazer a sua parte”, disse a diretora, Marilene Marinho.

A unidade escolar Cidade Vitória da Conquista já realizou várias ações como uma faxina geral, atividades em sala de aula com a utilização de filmes, debates, discussões, exposição de cartazes e pesquisas sobre a dengue. No dia 24 promoveu palestras sobre os meios de prevenção, período de encubação, número de dias de eclosão dos óvulos e necessidade do uso de repelentes. As apresentações contaram com a presença de alunos, docentes, funcionários e também moradores da comunidade.

Na Escola Municipal Ministro Simões Filho estão sendo desenvolvidas ações que visam diminuir e eliminar o índice da dengue ensinando aos seus alunos novos hábitos de vida e alertando quanto ao local adequado para jogar o lixo e a importância de não deixar água parada para que não se desenvolvam larvas do mosquito na região.

Professores de todas as disciplinas abordarão o tema. Na matéria de português, por exemplo, serão feitas leitura de textos informativos, recortes de jornais, produção de slogans, charges e palavras cruzadas. Serão elaborados também cartazes com o titulo “Fique Atento a estes Sintomas”.

Já a Escola Municipal Santa Terezinha, localizada no bairro do Chame-Chame, elaborou no último dia 25, ciclos de palestras com profissionais de saúde, que conversaram com os alunos e professores sobre as formas de combate e sintomas da doença. Foram elaboradas também estratégias voltadas para ações efetivas de prevenção da dengue, que tem como objetivo a conscientização e divulgação de informações sistemática na escola e comunidade. No dia D, além do faxinaço, os alunos da unidade já estão organizando uma mostra de trabalhos e pesquisas e desenvolvendo panfletos para serem distribuídos na comunidade do entorno.

Outras escolas também vão promover ações como a Assistencial São José, onde os alunos farão panfletagem sobre os perigos da doença; a Comunitária do Bom Juá e Batista de São Martin que realizarão palestras, além da produção e distribuição de panfletos na comunidade local; a Escola Nossa Senhora de Guadalupe e a Casa da Criança do Bom Juá farão uma caminhada de alerta pela comunidade; a Municipal da Bela Vista vai confeccionar e expor cartazes, maquetes e atividades pedagógicas; e as escolas Professor Guedes, Criança Feliz, Cônsul Schindler e Campinas de Pirajá farão oficinas, trabalhos de sensibilização e exposição de cartazes.