OUTUBRO ROSA: PREVENÇÃO CONTRA O CÂNCER DE MAMA

OUTUBRO ROSA: PREVENÇÃO CONTRA O CÂNCER DE MAMA

pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Escolas municipais serão abertas às comunidades nos finais de semana

24 de fev de 2005 - dev

Diversas ações sociais serão realizadas pela Prefeitura através do Programa Abrindo Espaços, que será realizado ainda em 2005 em escolas da rede municipal de Salvador. O Programa será implantado e executado em regime de parceria com a Organização das Nações Unidas Para a Educação e a Cultura (Unesco), que já realizou esta experiência em sete estados brasileiros. Trata-se se da abertura de escolas da rede municipal durante os finais de semana para a realização de atividades de qualificação profissional; lazer; cultura; artes; esportes e saúde.

Será uma ação transversal da Prefeitura, que envolverá a Secretaria Municipal de Educação; Secretaria Municipal de Saúde; Secretária Municipal de Desenvolvimento Social; Secretaria Municipal de Trabalho, Emprego e Renda e Secretaria Municipal de Relações Internacionais. Em reunião realizada no dia 24 de fevereiro, na Secretaria Municipal de Educação, foi nomeada uma equipe técnica das diversas secretarias envolvidas, que ficará responsável pela implantação do Programa Abrindo Espaços na capital baiana.

Estiveram presentes à reunião a secretária de Educação, Maria Olívia Santana, o secretário de Saúde, Luís Eugênio Portela, representantes das outras secretarias citadas, a coordenadora do Escritório da Unesco na Bahia, Marlene Hurst, e a coordenadora do Programa Abrindo Espaços na Bahia, Anaílde Almeida.

“Em todos os locais onde foi implantado, o Programa Abrindo Espaços tem conseguindo excelentes resultados na inclusão social dos jovens das comunidades mais carentes”, avalia a secretária municipal de Educação e Cultura, Maria Olívia Santana.

Programa Abrindo Espaços: EDUCAÇÃO E CULTURA PARA A PAZ

No ano 2000, junto ao marco do Ano Internacional para uma Cultura de Paz,, a UNESCO lançou o Programa Abrindo Espaços: Educação e Cultura para a Paz, visando propor uma estratégia de abertura das escolas públicas nos finais de semana com atividades de esporte, arte, cultura e lazer. O Programa tem três focos: o jovem, a escola e a comunidade.

A idéia é privilegiar jovens em situações de vulnerabilidade social. Além de integrar jovens e comunidades, a oferta de atividades esportivas, artísticas e culturais ajuda na socialização e contribui para a reconstrução da cidadania. O programa cristaliza um dos elementos definidores da vida social: a participação. Trata-se da demanda por uma escola mais atuante e presente em suas vidas, expressando desejo de ser sujeito desse processo. Outra idéia que norteou a concepção do programa é o envolvimento das comunidades locais. Estados e municípios têm total liberdade para adequar o Programa Abrindo Espaços à realidade e necessidade locais.

Já implantado em sete estados brasileiros, em Pernambuco, por exemplo, o programa teve início em agosto de 2000 e três anos depois ampliou seu raio de alcance para 14 municípios da Região Metropolitana e cinco municípios do interior do Estado, com a participação total de 430 escolas e um público estimado em 100 mil jovens por final de semana. Atendendo a demanda de ofertas e necessidades de cada comunidade, em Pernambuco as escolas oferecem oficinas de dança, esportes, capoeira, bordado, teatro, pintura e informática, dentre outras. No Rio de Janeiro, o Programa ainda conta com a participação de ONGs locais, que realizam oficinas formativas, e com a presença de universitários, que desenvolvem ações sobre temas de interesse local como sexualidade, meio-ambiente e cidadania.

Em São Paulo, o Programa tem dois grandes parceiros: o Instituto Brasil Voluntário – Faça Parte e o Instituto Ayrton Senna, que desenvolve um trabalho voltado para o desenvolvimento do protagonismo juvenil. Lá são exercidas oficinas de capoeira, hip hop, canto coral, gibiteca, mostras de poesia, rádio comunitária, jornal impresso e eletrônico. Além de qualificação profissional, com aulas de informática; idiomas; curso pré-vestibular e cursos básicos de qualificação profissional.

Fonte: UNESCO