OUTUBRO ROSA: PREVENÇÃO CONTRA O CÂNCER DE MAMA

Estudantes da rede municipal iniciam aulas de capacitação profissional do Senac

17 de set de 2019 - Jornalismo

Parceria entre a Prefeitura e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac-BA) vai ofertar cursos de capacitação profissional para 1,4 mil estudantes da Educação de Jovens e Adultos II (EJA II) da rede municipal de ensino. Os alunos serão distribuídos em 47 turmas de 24 escolas da rede municipal e as aulas tiveram início na segunda-feira (9), dentro das próprias unidades escolares, dispensando o deslocamento dos participantes.

As oportunidades de qualificação para as funções de Operador de Supermercado, Assistente Administrativo, Assistente de Recursos Humanos, Promotor de Vendas, Recepcionista e Assistente de Logística são voltadas aos alunos com 15 anos ou mais. A iniciativa é uma parceria entre a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal da Educação (Smed), e o Senac. O investimento neste projeto de capacitação profissional é de R$ 1,235 milhão.

As aulas serão ministradas por profissionais do Senac. O projeto contempla a distribuição de materiais didáticos necessários para participação no curso, bem como a merenda escolar. A carga horária total é de 160 horas, sendo 12 horas semanais de aula, distribuídas em quatro horas no turno regular e oito no contraturno. As atividades serão concluídas em 20 de dezembro. A intenção é de que, após o curso, os estudantes estejam preparados para o mercado de trabalho.

Expectativas – Na Escola Municipal Professor Cláudio Veiga, localizada em São Cristóvão (GRE Itapuã), o clima era de animação e expectativa no início dos cursos de Assistente Administrativo e Assistente de Recursos Humanos. A estudante Kauane Santos do Nascimento, 15, estudante do TAP V acha que esse curso vai agregar muito ao currículo dela e trazer oportunidades. “Estou vendo que através desse curso vamos poder entrar no mercado de trabalho com mais oportunidade e com um currículo bom. Está sendo muito gratificante porque nem todo mundo tem condições de pagar um curso do Senac. Então eu acho que isso vai abrir portas pra gente e vai nos trazer muito conhecimento”.

O estudante Gabriel Henrique Rodrigues da Silva, 16, também do TAP V, disse que nunca imaginou ter essa oportunidade em fazer um curso profissionalizante através do Senac. “Essa é uma grande oportunidade que a Prefeitura conseguiu para gente. Através desse curso, creio que vamos poder ingressar no mercado de trabalho como Jovens Aprendizes. Eu nunca imaginei fazer um curso tão importante como esse, ainda mais dentro da escola, vou levar para toda minha vida”.

A assistente administrativa e de Recursos Humanos do Senac, Eliana da Cunha Rosa, falou da importância do curso e da didática utilizada em sala de aula. “Esse curso vai oferecer uma qualificação profissional para esses estudantes ingressarem no mercado de trabalho com muito aproveitamento e qualidade. As aulas vão englobar também exibição de vídeo, filmes, discussão de texto e exposição de cases. Vai ser um curso interativo no qual a gente procura trazer a vivência do aluno para sala de aula e realizando essa troca”.

Escolas – Neste ano, os beneficiados estudam nas escolas municipais Ernesto de Morão Sá. (Paripe), Comunitária da Histarte (Brotas), Palestina (Palestina), Manoel Henrique Barradas (Ilha Amarela), Maria Constança (Mata Escura), Nova Sussuarana (Sussuarana), Professor Antônio Carvalho Guedes (Capelinha), Professor Cláudio Veiga (São Cristóvão), Professor Manoel de Almeida Cruz (Cajazeiras XI), Professora Marai José de Paula Moreira (Ribeira), Alfredo Amorim (Ribeira)), Brigadeiro Eduardo Gomes (São Cristóvão), Cleriston Andrade (São Marcos), Arlete Magalhães (Castelo Branco), Fazenda Coutos (Fazenda Coutos), Ilha de Maré (Praia Grande), Hilberto Silva (Calçada), Jardim das Margaridas (Jardim das Margaridas), Jorge Amado (Itapuã), Padre Norberto (Alto do Cabrito), Professor Alexandre Leal da Costa (Nazaré), Santa Rita (Santa Teresa), Sebastião Dias (Daniel Lisboa) e Professor José Arapiraca (Boca do Rio).

Mais oportunidades – Em 2020, a iniciativa terá um número maior de beneficiados: 1.712 vagas, além de mais um curso a ser acrescentado à lista, o de Almoxarife. O certificado será concedido para quem tiver, no mínimo, 75% de frequência no curso. O termo de cooperação para implantação do projeto foi assinado pelo prefeito ACM Neto e pelo presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado da Bahia (Fecomércio-BA), Carlos de Souza Andrade, no final de agosto, em cerimônia realizada na Casa do Comércio.

Fotos: André Carvalho/Smed/PMS