pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Estudantes participam de projeto de diagnóstico de diabetes e obesidade

03 de out de 2006 - dev

Foi realizado, no dia 03 de outubro, na Escola Municipal Maria Quitéria (CRE Centro), o lançamento do Programa Diagnóstico de Saúde, Alimentação e Nutrição do Escolar em Salvador/Obesidade e Diabetes, desenvolvido pela Escola de Nutrição da Universidade Federal da Bahia, Secretaria Municipal da Educação e Cultura (SMEC) e Secretaria Municipal de Saúde. Estiveram presentes no ato, o secretário municipal Ney Campello, Rita Cássia Ribeiro e Sandra Chaves (Escola de Nutrição da UFBa), e Alda Conceição Neves, diretora da escola. O programa, numa primeira fase, beneficiará 15.000 alunos. A meta é atingir, até o final de 2007, 150.000 estudantes da rede municipal de ensino. Esta parceria tem como objetivos contribuir para um melhor conhecimento do estado nutricional dos alunos de 6 a 14 anos, assim como seus determinantes sociais e econômicos e conseqüências sobre o desenvolvimento cognitivo.

Serão desenvolvidos estudos, pesquisas e ações de intervenção voltadas ao diagnóstico e controle dos distúrbios nutricionais e de doenças associadas a práticas alimentares saudáveis no ambiente da escola. O projeto é financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico (CNPq) e pela Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb).

Durante o projeto, será realizada a triagem de casos de Diabetes Mellitus, Sobrepeso, Obesidade e distúrbios nutricionais relativos ao perfil lipídico, a fim de desenvolver uma política de vigilância e combate às doenças.

Segundo dados do Instituto Diamond Study, todo ano aproximadamente oito a cada 100 mil crianças até 15 anos se tornam diabéticas no Brasil. O Diabetes Millitus Tipo 1 se constitui na segunda doença crônica mais prevalente na infância e adolescência, de distribuição universal independente do grau de desenvolvimento do país. Já a de Tipo 2, que há alguns anos era considerada rara entre os adolescentes, agora contribui com a metade da incidência, e está associada ao aumento da taxa de obesidade infantil.

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) mostram que no Brasil cerca de 32% da população está acima do peso. Devido a obesidade, cerca de 17 milhões de brasileiros são diabéticos e outros 40 milhões correm o risco de adquirir a doença nos próximos anos. Estatísticas do Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas em Nutrição e Saúde da Universidade de São Paulo indicam que nos últimos 20 anos a obesidade entre adultos aumentou e entre as crianças triplicou.

Segundo o secretário Ney Campello, esta é uma ação pioneira. “Também estamos melhorando, em quantidade e qualidade, os gêneros alimentícios ofertados aos alunos da rede municipal de ensino. Os alimentos que compõem a merenda terão, por exemplo, mais proteínas”, anunciou.