OUTUBRO ROSA: PREVENÇÃO CONTRA O CÂNCER DE MAMA

OUTUBRO ROSA: PREVENÇÃO CONTRA O CÂNCER DE MAMA

pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Funcionários da SGP reivindicam direitos Prefeitura ameaça cancelar contrato com a empresa

11 de Maio de 2005 - dev

Funcionários da SGP reivindicam direitos
Prefeitura ameaça cancelar contrato com a empresa

A secretária Maria Olívia Santana e o secretário municipal de Administração, Luís Café, tiveram um encontro no dia 11 de maio, no auditório do anexo II da SMEC, com cerca de 100 funcionários da empresa SGP que atuam no serviço apoio das escolas e estão há dois meses sem receber os salários. A SGP não quitou os encargos sociais com a Previdência Social e por cláusula contratual a Prefeitura está impedida de repassar as verbas para esta empresa. No encontro, o secretário Café assegurou que caso em 24 horas a situação da SGP não esteja regularizada junto à Previdência Social, a Prefeitura cancelará o contrato com a empresa.

A secretária Maria Olívia Santana definiu o encontro como necessário. “ Entendo a luta desses homens e mulheres que trabalham para sobreviver e precisam receber pelos serviços prestados. Acho que a determinação do prefeito em romper o contrato com essas empresas que não cumprem as suas obrigações é acertada. Embora não seja a SMEC que contrate as empresas, é o meu dever orientar e buscar uma solução para o problema, pois as nossas crianças também são atingidas pela falta de profissionais nas escolas”, assegurou.

O dialogo franco dos representantes da a Prefeitura os funcionários foi bem recebido pela categoria. “Temos de reconhecer que esta é a primeira secretária que sai do gabinete e vem nos receber, afirmou o secretário-geral do Sindicato dos Funcionários de Limpeza (SINDILIMP), Vitor Costa.

Vítor Costa assegurou que a posição SINDILIMP é a de lutar pelos direitos dos trabalhadores, mas que o sindicato está buscando na figura da secretária Maria Olívia Santana uma parceria para que se resolva a situação. “Sabemos que o problema é uma herança da gestão anterior, só que temos de ter a garantia que nossos direitos serão pagos e a secretária se mostrou sensibilizada com a nossa história, por isso recorremos a ela. Não queremos trazer mais problemas, queremos apenas uma garantia da prefeitura de que receberemos os nossos salários”, declarou.