pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Ginasta da rede municipal participa de competição nacional

20 de ago de 2014 - dev

Depois de garantir a vaga para disputar os Jogos Escolares da Juventude promovido pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB), a jovem Rebeca Estefane Conceição, estudante da rede municipal de ensino, está pegando pesado no treinamento. A estudante, que ganhou a vaga durante seletiva ocorrida no Ginásio Esportivo do Colégio Salesiano Dom Bosco na etapa 12-14 anos, não esconde a ansiedade durante os treinos, realizados no Ginásio Poliesportivo Nelson Cazumbá, em Alto de Coutos.

Aos 13 anos, Rebeca, que estuda na Escola Municipal Amélia Rodrigues, no bairro do Tororó, disse ter escolhido a ginástica rítmica após ver uma apresentação na escola, em 2006. Ela considera o esporte bom e interessante na rede municipal de ensino. “Nem todo lugar tem, nem todo mundo conhece. É difícil fazer ginástica e na rede pública a gente teve acesso, então já é muito bom”, afirmou a atleta.

Na reta final para o início dos jogos, evento que começará no próximo dia 4, em Londrina (PR), Rebeca diz que a rotina está mais puxada, já que é a primeira competição de peso que participa. Ela garante que, para prosseguir na ginástica rítmica, não perde as aulas e procura tirar boas notas, além de ter boa atitude. Aos demais jovens que se interessam pelo Programa de Iniciação Esportiva (PIE), realizado pela Secretaria Municipal da Educação (Smed) por meio da Diretoria Geral de Esportes e Lazer (DGEL), a estudante manda um recado: “É importante não desistir, tem que continuar até dizer chega”.

De acordo com a professora Neidejane Santos, da Seleção Municipal de Ginástica Rítmica, o projeto foi iniciado como uma forma de incentivar a prática de atividade física dentro das escolas. No caso da Ginástica Rítmica, as aulas começaram nos bairros do Bom Juá e Bonfim. Para ela, o projeto também tinha um outro foco importante, que era tirar as crianças da situação de violência nas ruas. “As aulas dão essa possibilidade aos alunos de viajar, conhecer outras culturas e trazer isso para os colegas”, afirmou a professora. Os treinos acontecem às segundas, quartas e quintas-feiras, das 14h30 às 17h.

Avaliação – Além de Rebeca, outro destaque é a jovem Rafaela Soares, que já foi para os jogos escolares em diversos locais do Brasil, além de ter sido campeã baiana na modalidade. A professora Tatyana Brandão, uma das professoras do programa, contabiliza atualmente cerca de 580 alunos divididos em seis escolas que participam do projeto, que já chegou a atender 23 instituições de ensino municipal. De acordo com Tatyana, o objetivo maior é focar as crianças no esporte, pensando numa possibilidade maior para as crianças.

A docente acredita que o projeto melhora a autoestima dos jovens, dando um novo sentido também no que diz respeito ao crescimento profissional. “A gente conseguiu mudar a realidade de muitas crianças, principalmente as que estão na Seleção Municipal, com atendimento mais direcionado. No entanto, o nosso objetivo maior e que conseguimos conquistar é transformar a escola em uma coisa prazerosa e ver os alunos com mais vontade, com mais prazer de ir à escola e mais felizes também”.

Ainda segundo a professora, a participação da família é fundamental, e o programa conta com ajuda de mães que participam ativamente. Para elas, diz Tatyana, “é muito positivo, porque é uma mudança de vida, você vê o mundo de forma mais ampla, com mais possibilidades”.