pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Governo do Estado e Prefeitura realizarão parceria para combater o analfabetismo

03 de abr de 2007 - dev

O Governo do Estado e a Prefeitura realizarão uma parceria visando reduzir o analfabetismo na capital baiana. Esta foi a principal decisão tomada na reunião realizada no dia 02 de abril na Governadoria (CAB), com a presença da chefe da Casa Civil do governo do estado, Eva Maria Chiavon; o secretário estadual de Educação, Adeum Sauer; e o secretário municipal de Educação e Cultura, Ney Campello. A meta é iniciar, ainda em 2007 e concluir em meados de 2008, a alfabetização de cerca de 100.000 jovens e adultos. Segundo dados do IBGE, a capital baiana possui cerca de 300 mil analfabetos e analfabetos funcionais.

Em 2006, o programa Salvador Cidade das Letras/Brasil Alfabetizado matriculou 21.800 jovens e adultos. Trata-se do recorde nacional absoluto de inscrições no programa Brasil Alfabetizado. As turmas concluem o terceiro módulo em 11 de maio. Até 11 de junho, os alunos terão aulas profissionalizantes e concluem o curso.

De acordo com o secretário Adeum Sauer, a meta do governo do estado é reduzir pela metade o analfabetismo entre jovens e adultos no estado num prazo de quatro anos. “A alfabetização é prioridade para o governo do estado. E adotamos uma política educacional que está sendo realizada em parceria com os municípios”, pontuou.

Segundo Ney Campello, nos últimos dez anos a Secretaria Municipal da Educação e Cultura alfabetizou em média, por ano, cerca de 2.000 jovens e adultos. “Foi realizado um grande esforço e conseguimos alfabetizar mais de 20.000 jovens e adultos. Esta parceria com o governo estadual será de fundamental importância para a alfabetização e profissionalização de jovens e adultos”, frisou.

O método de alfabetização do Programa Brasil Alfabetizado/Salvador Cidade das letras contempla quatro módulos de dois meses, intitulados respectivamente Lendo; Calculando; Escrevendo e Profissionalizando.

“A profissionalização é um grande desafio. Desde a sua criação, o Sistema Municipal de Intermediação de Mão-de-Obra (Simm) já captou 47.000 vagas no mercado de trabalho. Deste total, dois terços não foram preenchidas por falta de qualificação”, exemplificou.

Já Eva Maria Chiavon frisou que “a Bahia tem um dos piores índices de analfabetismo do país. Este programa da Secretaria Municipal da Educação e Cultura contribui com o governo do estado na medida em que vocês já construíram parcerias com diversos segmentos da sociedade civil organizada que são fundamentais para a alfabetização de jovens e adultos”, frisou.

O programa Salvador Cidade das Letras/ Brasil Alfabetizado conta com mais de 1.000 salas de aula em Salvador cedidas por igrejas e associações comunitárias, dentre outros parceiros.