Importante! Professores são público prioritário da Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza

22 de Maio de 2020 - Jornalismo

 

Atenção, professores e professoras! Vacinem-se contra a Influenza!

Os professores das escolas públicas e privadas fazem parte do público prioritário da Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza em Salvador, com a última etapa iniciada na segunda-feira (18). A imunização segue até o dia 5 de junho.

As doses seguem disponíveis de segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 8h às 17h, em todas as 142 salas de imunização da rede municipal. Além disso, a imunização pode ser feita em cinco pontos de drive thru, localizados na Arena Fonte Nova, em Nazaré; no 5º Centro de Saúde Clementino Fraga, nos Barris; nos dois campi da Faculdade Bahiana de Medicina, nos bairros do Cabula e Brotas; e no Atakadão Atakarejo de Fazenda Coutos.

Nessa fase, também foram incorporados ao público eletivo da estratégia os adultos de 55 a 59 anos de idade. A campanha segue ainda para idosos, trabalhadores de saúde, profissionais das forças de segurança e salvamento, portadores de doenças crônicas, funcionários do sistema prisional, caminhoneiros, motoristas e cobradores do transporte público. Também estão inclusos portuários, além de gestantes, puérperas (mães no pós-parto até 45 dias), pessoas com deficiência e crianças de seis meses a menores de seis anos, ou seja, até 5 anos 11 meses e 29 dias.

Para ter acesso às doses, os portadores de doenças crônicas deverão apresentar a prescrição médica com o motivo da indicação, ou seja, a patologia que o paciente apresenta. As puérperas também devem comprovar a que realização do parto nos últimos 45 dias.

Balanço – Desde o início da estratégia em 23 de março, pouco mais de 491 mil pessoas foram imunizadas em Salvador. Entre o público eletivo com menor adesão à campanha, estão as gestantes, com cerca 32% de cobertura; as puérperas (44%); e as crianças de seis meses a menores de seis anos, com apenas 7% dos pequenos protegidos contra a doença nessa faixa etária. Idosos (116%) e trabalhadores da saúde (94%) tiveram meta de imunização alcançada na capital baiana.

Foto: Jefferson Peixoto/Secom