pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Início do ano letivo na rede municipal de ensino

15 de fev de 2008 - dev

Tem início no dia 18 de fevereiro as aulas da rede municipal de ensino. Às 9h00, o secretário municipal de Educação e Cultura em Exercício, Cláudio Silva, proferirá a aula inaugural, na Escola Municipal Teodoro Sampaio (Rua Alto de Santa Cruz- Santa Cruz). Dentre alunos de Educação Infantil (0 a 5 anos), Ensino Fundamental (1ª a 9ª séries) e Educação de Jovens e adultos (EJA), foram matriculados para o ano letivo de 2008, 159.503 alunos, que freqüentarão as aulas em 368 escolas e 47 Centros Municipais de Educação Infantil.

Diante do crescimento da demanda da Educação Básica, que engloba a Educação Infantil e o Ensino Fundamental, a Prefeitura, desde 2005, vem investido na ampliação e adequação da rede física escolar. Desde 2005, já foram construídas na rede municipal de ensino seis novas escolas; quatro foram reconstruídas e 44 totalmente reformadas.

A SMEC também tem investido na modernização do processo de ensino e aprendizado. Até 2004, existiam somente 56 laboratórios de informática nas unidades escolares da rede. Atualmente, já existem 163 infocentros instalados em escolas municipais. E recentemente foi inaugurado um Centro de Produção de Aulas Multimídia. E todas as 368 escolas são conectadas à internet banda larga para finalidades administrativas.

Os avanços pedagógicos podem ser constatados pela queda contínua dos índices de evasão e repetência na rede municipal de ensino. O índice de reprovação em 2004 era de 22,40%. Em 2006, 21,55% dos alunos matriculados foram reprovados. Em 2007, o número de alunos reprovados diminuiu para 11,68%. Em toda a década, os índices de reprovação ficavam na casa dos 20%. Em 2004, o índice de evasão chegava a 15,22% e em 2006 a taxa foi de 12,53%. O índice de evasão escolar voltou a descer em 2007, para 11,22%.

“A escola municipal está mais atraente para o alunado, com aulas multimídia; escolas reformadas; alimentação escolar de qualidade e formação contínua do corpo docente, inclusive com cursos que lhes proporcionam um curriculum diferenciado”, afirma o secretário municipal de Educação e Cultura em Exercício, Cláudio Silva. Os diversos cursos de formação continuada para os professores contemplam, dentre outras atividades, capacitação para o ensino da Educação Ambiental e o Ensino da História da África e da Cultura Afro-brasileira e Africana.

Primeira Central de Regulação do Ensino do país

Entretanto, a maior novidade para o ano letivo de 2008 visa melhorar o rendimento acadêmico dos cerca de 160.000 alunos da rede municipal de ensino. Foi inaugurada em janeiro deste ano, na Avenida Antonio Carlos Magalhães, nº 881, Itaigara, a Central de Regulação do Ensino na Rede Municipal de Salvador. A Central funcionará a partir de 18 de fevereiro como um sistema de monitoramento da educação na rede municipal tendo como missão elevar o desempenho acadêmico nas 368 escolas e 47 creches que compõem o sistema municipal de ensino.

A central contará com uma equipe de 30 coordenadores pedagógicos, 20 professores especialistas e também estagiários que atuarão como agentes sociais de educação, realizando a articulação entre a escola e a família do aluno.

Os coordenadores pedagógicos serão responsáveis pelo cruzamento de dados que permitirá uma avaliação do desempenho de todos os alunos da rede municipal e apoio ao trabalho dos professores, através de estudos e devolutivas, detecção de atividades bem sucedidas e disseminação inter-escolas e apoio nas atividades complementares.

Já os professores que atuarão no sistema de regulação terão a incumbência de elaborar uma série de exames para as escolas, tendo como finalidade mensurar o aproveitamento acadêmico dos alunos.

Os estagiários funcionarão como uma ponte entre a escola e a família dos alunos, detectando situações de desajuste social e familiar que influenciam negativamente no desempenho acadêmico dos alunos. Os estagiários atuarão como agentes sociais junto às famílias.

Segundo o secretário municipal de Educação e Cultura em Exercício, Cláudio Silva, “temos hoje uma série de agências reguladoras de diversos serviços prestados. Agora, criamos de uma forma pioneira no país um sistema que visa a regulação da rede municipal de ensino, tendo como finalidade detectar as falhas do processo de ensino e aprendizado, encontrar as soluções pedagógicas adequadas a cada turma e assim melhorar o desempenho acadêmico dos nossos alunos”, ressaltou.