pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Mais de 20 escolas em pré-moldados serão reconstruídas em 2015

05 de fev de 2015 - dev

Das 42 escolas em pré-moldados que ainda estão em funcionamento na cidade, 22 começarão a ser reconstruídas em 2015 e as demais no próximo ano. O anúncio foi feito pelo prefeito ACM Neto nesta quinta-feira (05), durante aula inaugural do ano letivo, realizada na Escola Municipal Iraci Fraga, localizada na rua que leva o mesmo nome, em Águas Claras, em solenidade que contou com a presença do secretário da Educação, Guilherme Bellintani. Mais de 131 mil alunos da rede municipal de ensino de Salvador voltam às aulas nesta quinta-feira em mais de 400 escolas.

A Iraci Fraga foi escolhida para receber a aula inaugural por ser uma das primeiras a sofrer as intervenções, dando lugar a uma nova unidade de ensino. Na ocasião, Neto assinou ordem de serviço para a reconstrução dessa e de outras quatro unidades: Escola Municipal de Pernambués; Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Cantinho da Criança, em Águas Claras; Escola Municipal Bela Vista do Lobato; e Escola Municipal da Engomadeira. Para viabilizar as intervenções, já foram alugados imóveis para que os alunos não percam o ano letivo. Apenas para essas cinco escolas, serão investidos R$ 19,5 milhões, e as obras começam em 90 dias.

O prefeito afirmou que nenhuma parede será mantida, o que promoverá um novo padrão de qualidade das estruturas da rede. “Mais da metade das escolas será colocada no chão só esse ano. Vamos garantir novas estruturas, com mais qualidade, com número maior de salas, exatamente para ampliar a matrícula. Nosso esforço será para que ao final de 2016 nenhum aluno da rede tenha de estudar numa escola em pré-moldado”, disse o prefeito, lembrando que em poucos dias voltará a Águas Claras para inaugurar uma escola construída do zero, que funcionará em tempo integral.

O diretor da Iraci Fraga, Manoel Nery, celebrou o anúncio da reconstrução do equipamento, que enfrentava sérios problemas estruturais, inclusive com impactos nas atividades letivas. “A estrutura pré-moldada não nos favorece, seja pelo forte calor ou pelas infiltrações, que repercutem em suspensão de aulas. Temos salas que ficam alagadas em dias de chuva, e isso tem reflexos na aprendizagem, com certeza. Tenho uma ligação profissional e afetiva de 12 anos com essa escola, e nossa expectativa é que essa reconstrução melhore a qualidade do serviço prestado e que isso se reverta em números positivos nas aferições internas e externas”.