pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Melhora a qualidade da alimentação escolar

19 de set de 2008 - dev

Para muitas crianças, a alimentação escolar é a única refeição do dia, e pensando nisso a Secretaria Municipal da Educação e Cultura (SMEC) inseriu no cardápio das escolas, frutas, verduras e legumes. “Procuramos suprir as necessidades diárias de nutrientes para as crianças”, explicou a nutricionista Acelina Leite, para quem o termo merenda escolar foi banido: “O processo é lento, mas hoje a visão que se tem sobre o assunto tem sido modificada, a merendeira prepara o alimento e pedimos que o gestor também experimente”.

Dessa forma, como ressalta Leite, é mais fácil para que seja passada para os estudantes a importância de cada alimento consumido. O trabalho das merendeiras está alicerçado na prevenção da diabetes e da obesidade, pedindo para que o gestor participe de todo o processo, informando ainda a qualidade nutricional. Com a variedade de itens, é possível que a merendeira tenha inúmeras possibilidades de preparação.

“A alimentação diária melhorou bastante. Hoje vêm tempero, suco, além de frutas e verduras”, salientou a merendeira da Escola Municipal Maria Quitéria. A qualidade das refeições é de fundamental importância para os estudantes, pois muitos deles precisam de uma quantidade maior de nutrientes. O cardápio é preparado voltado par as necessidades nutricionais das crianças e adolescentes.

Mãe de Talita, de apenas 8 anos e estudante da Escola Maria Quitéria, a dona-de-casa Cleide Nascimento Pereira, 37 anos, disse que a alimentação atual faz a diferença. “Criança quer uma comida gostosa e aqui elas encontram. Minha filha chega a repetir o prato três vezes”. Cleide salientou que a criança bem alimentada tem um desempenho melhor. “Tive dois filhos que estudaram aqui em épocas anteriores e consigo constatar isso. Agora a variedade de itens tem sido muito boa”.

A direção da escola também destacou a excelência da qualidade do cardáipio, à base de carne, frango e peixe. Até a freqüência dos alunos melhorou, além do crescimento no desempenho dos educandos. Ansiosa, aguardando a hora da alimentação, Adriele dos Santos, 11 anos, destacou: “A merenda da nossa escola é boa. Antes eu nem comia, não tinha variedade, era só fruta ou mingau, agora tenho até mais vontade de ir para a sala de aula”. Aluno da quinta série, Washington Gonçalves, 12 anos, elogiou a comida. “Adoro frutas e verduras, todos os dias muda. Depois da mudança, estou estudando mais do que antes”.