pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Merenda de qualidade garante freqüência em sala de aula

29 de jul de 2008 - dev

A Secretaria Municipal da Educação e Cultura (SMEC) já distribuiu este ano quase 2 mil toneladas de alimentos para as escolas da rede, atendendo a cerca de 180 mil alunos. Ciente de que a merenda é uma grande aliada na redução da evasão escolar, a SMEC aposta num cardápio diversificado seguindo orientação de nutricionistas para atender as necessidades dos estudantes nas diversas fases do crescimento e desenvolvimento, colaborando para a sua formação psicomotora, social e cognitiva.

As escolas recebem leite, biscoitos, verduras, feijão, arroz, peixe, frango, carne bovina, empanado de frango, macarrão, açúcar, granola, flocos de milho, entre outros. Além destes gêneros alimentícios, verduras, frutas e tempero verde passaram a ser disponibilizados para toda rede municipal.

Só em julho (no período de 17 e 24 ), foram distribuídos mais de 64 toneladas de lácteos, farináceos e biscoitos, 20 toneladas de hortifrutis, além de mais de 70 toneladas de frango, beneficiando todo alunado das creches e escolas. Além disso, o quadro de nutricionistas foi ampliado e hoje as cerca de 900 merendeiras da rede contam com uma assessoria mais direta e mais eficiente.

Outra iniciativa da SMEC para aprimorar a qualidade da alimentação nas escolas é a parceria com a Fundação Nestlé, que promove anualmente capacitações de merendeiras com palestras educativas sobre grupos alimentares, jogos, brincadeiras e oficinas culinárias. A intenção é habilitar as merendeiras das escolas em educação alimentar, higiene e aproveitamento integral dos alimentos

Para a subcoordenadora de Ações Socioeducativas da SMEC, a nutricionista Acelina Mersia, as pesquisas evidenciam a relação entre desempenho escolar e nutrição, mostrando que a alimentação orientada e em intervalos regulares, auxiliam na atividade cerebral bem como no equilíbrio corporal. “As preparações dos alimentos visam a formação de bons hábitos alimentares, além de contribuir para a redução dos índices de repetência e evasão escolar, devido a carência alimentar”, ressaltou.