pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Ministro participa da formatura dos alunos do Programa Salvador Cidade das Letras/Brasil Alfabetizado na Concha Acústica

05 de set de 2007 - dev

O ministro da Educação, Fernando Haddad, o prefeito João Henrique e o secretário municipal de Educação e Cultura, Ney Campello, participarão, no dia 10 de setembro, às 18h00, na Concha Acústica, da formatura dos alunos da turma 2006/2007 do Programa Salvador Cidade das Letras/ Brasil Alfabetizado, desenvolvido pela Secretaria Municipal da Educação e Cultura e MEC. Cerca de 14.000 alunos concluíram o curso. Entretanto, devido às limitações de espaço, estarão presentes na Concha Acústica 5.000 alunos concluintes. Também participará do evento a diretora-geral de Educação de Buenos Aires, Adelina De Leon. Após o ato de formatura e os discursos das autoridades, será realizado um show de Mariene de Castro e Armandinho. No mesmo dia, às 14h00, o ministro Haddad e o secretário Campello participarão de uma coletiva no Salão Nobre da Câmara Municipal. Na ocasião, o ministro abordará temas como o recém lançado Programa de Desenvolvimento da Educação (PDE) e o Brasil Alfabetizado.

Já no dia 1º de outubro, ocorre o início das aulas da turma 2007/2008 do Programa Salvador Cidade das letras/Brasil Alfabetizado. Além da alfabetização, o programa também oferece cursos de Artesanato; Alimentação Alternativa; Atendimento ao Público; Eletricista; Empreendedorismo; Trabalho Doméstico; Informática e Jardinagem. Segundo o secretário Ney Campello, a meta para 2007 é matricular 56.000 alunos.

Recentemente, a Secretaria Municipal da Educação e Cultura lançou a campanha Salvador Rumo ao selo de Município Livre do Analfabetismo. Atualmente, a cidade conta com 113.500 analfabetos, representando 6,2% do total de habitantes da capital baiana. O Selo de Município Livre do Analfabetismo é concedido às cidades que atingirem a marca de até 4% de analfabetos. Somente 16 municípios brasileiros obtiveram esta distinção. Dentre as capitais, apenas Curitiba detém o selo concedido pelo MEC.

“É preciso acreditar na tríade alfabetização, profissionalização e inclusão no mercado de trabalho. Apostamos nessa ponte com o mundo do trabalho, os alunos se sentem apoiados e vêem na educação a possibilidade de pleitear uma oportunidade de emprego”, frisou Ney Campello.

O programa ajudará na profissionalização de jovens e adultos e na absorção de vagas disponíveis no mercado de trabalho. De 50 mil vagas ofertadas através do Serviço Municipal de Intermediação de Mão-de-Obra (SIMM), somente 20 mil foram preenchidas devido à falta de profissionais qualificados.

Em 2006, Salvador foi a cidade recordista de inscrições no Programa Brasil Alfabetizado,com 21.800 matrículas, através do Programa Salvador Cidade das Letras.