pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Nuper comemora dez anos com criação do regulamento e evento especial no Subúrbio 360

24 de out de 2018 - Jornalismo

A criação do regulamento do Núcleo de Políticas Educacionais das Relações Étnico-Raciais (Nuper) foi um dos pontos altos da comemoração dos dez anos do Núcleo. A década foi lembrada com uma vasta programação artística e cultural, nesta terça-feira (23), no Subúrbio 360, em Vista Alegre. Membros do Nuper vibraram com duas novas conquistas: além da criação do regimento, foi assinado pelo secretário Municipal de Educação, Bruno Barral, a portaria que prevê novos membros na composição do grupo.

O Nuper integra a Secretaria Municipal da Educação (Smed) e atua nas escolas municipais de Salvador com o objetivo de propor, implementar e acompanhar políticas educacionais relativas às questões raciais e de gênero. Criado em 2006, o Nuper originou de um projeto proposto por Eliane Boa Morte, atual coordenadora do núcleo. Segundo ela, o regimento vem para regulamentar as práticas do Núcleo. “Somos um órgão descentralizado e precisávamos de um documento oficial que pudesse padronizar todas as nossas práticas”, afirma.

Segundo ela, das ações desenvolvidas entre 2017 e 2018 algumas merecem destaque, a exemplo do convênio com a Fundação Palmares. “Foram 2 mil livros distribuídos nas nossas escolas com conteúdo da África ao Brasil. Capacitamos nossos professores com esse material”, disse. Ela acrescenta que outra discussão salutar envolve estudos realizados pelo Nuper para padronizar o conteúdo da disciplina “Cultura Baiana”, ministrada de forma optativa do 6º ao 9º ano. “A ideia é uniformizar para termos assuntos específicos”.

Além da apresentação das ações já realizadas pelo Núcleo ao longo dos dez anos, houve também contação de histórias de cordel relativas a esse trabalho, apresentação da música do Nuper, debates e exibições culturais. O evento também reuniu representantes da Secretaria Municipal da Reparação (Semur), da Smed, integrantes das equipes do Nuper, de cada Gerência Regional de Educação (GRE), professores municipais e de alunos da Rede.

Como surgiu – Com a oficialização em 2008, o Núcleo se tornou parte da educação na implementação das diretrizes curriculares para a inclusão da História e Cultura Afro-Brasileira e Africana no Sistema Municipal de Ensino de Salvador. Atualmente, são realizadas reuniões de planejamento com as Gerências Regionais e servidores da Smed. Juntos, todos propõem os temas a serem discutidos e implementados no ano.

Os encontros são realizados todas segundas e terças-feira do mês. O Nuper contempla o Fundo Municipal para o Desenvolvimento Humano e Inclusão Educacional de Mulheres Afrodescendentes (Fiema), o Núcleo Interno do Programa de Combate ao Racismo Institucional (NI-PCRI) e os Núcleos das Gerências Regionais (NGR) responsáveis, respectivamente, pelas discussões de raça e gênero, racismo institucional e pelo diálogo com cada GR, atuando no âmbito das unidades escolares.

No ano passado, o núcleo realizou diversas ações elencadas como prioritárias pelas GREs, dentre as quais: criação do Núcleo Regional (NGI), Rodas de Conversa tratando da inclusão no Projeto Político Pedagógico das lei 10.639 e 11.645, das questões de Gênero, das Diretrizes Municipais da Educação Escolar Quilombola, dialogando sobre a sistematização das demandas das unidades escolares por GREs.

Fotos: André Carvalho/Smed/PMS