OUTUBRO ROSA: PREVENÇÃO CONTRA O CÂNCER DE MAMA

Parada do Livro distribui livros gratuitamente no Campo Grande

21 de out de 2016 - Jornalismo

Em comemoração à Semana Nacional do Livro e da Biblioteca, foi realizada hoje (21), no Campo Grande, pela terceira vez, a Parada do Livro, com mais de 20 mil livros (obras infantis e específicas de áreas técnicas) à disposição do público distribuídos entre os 18 estandes instalados na praça. Foram produzidos 15 mil vouchers  e cada visitante teve direito a cinco livros gratuitamente.

Segundo a presidente do Plano Municipal do Livro, da Leitura e da Biblioteca de Salvador (PMLLB), Lourdes de Fátima, a Parada do Livro é um evento importante porque faz com que esses livros cheguem na mão de novos leitores. “Nós entendemos que livro usado é livro vivo. Esse projeto atende a essa expectativa, levar a literatura além do espaço da biblioteca. É necessário trazer para a sociedade esses espaços da cultura do livro. Temos um leque muito diversificado de livros e todos os livros são frutos de doações das universidades parceiras”, afirmou.

Durante o evento, que começou às 9 horas e foi encerrado às 16 horas, houve a apresentação de grupos de música instrumental, contação de histórias, declamação de poesias e tenda de autógrafos com os autores de algumas obras. O poeta Pareta Calderasch participou declamando e espera que projetos como esse continuem acontecendo na cidade. “É uma iniciativa maravilhosa, no meio da semana ter uma intervenção com livros, poesia e literatura. São coisas que devem estar brotando cada vez mais na cidade, o incentivo à leitura e a escrita são essenciais para formação do povo”.

21_10_2016_parada-do-livro_smed_foto_jefferson-peixoto_agecom-42

Para a estudante Sofia Farias, 17 anos, eventos como a Parada do Livro servem para aproximar os leitores. ”Estou gostando bastante de estar aqui, adoro eventos que promovem a cultura e incentivam a leitura, isso é importante, principalmente para jovens da minha idade”.

O evento é uma ação do PMLLB de Salvador, em parceria com as secretarias municipais de Educação (SMED), de Cultura e Turismo (Saltur), da Reparação (Semur) e Fundação Gregório de Matos (FGM).  A Parada do Livro é  fruto da  articulação com o Conselho Regional de Biblioteconomia (CRB-5 Região), Universidade Estadual da Bahia (UNEB),  Universidade Católica do Salvador (UCSAL), Unifacs, Unijorge, Faculdade Social da Bahia (FSBA), Grupo A Tarde, Tribunal Regional do Trabalho (TRT5), Colégio Antônio Vieira, Fundação João Fernandes da Cunha, dentre outras instituições públicas e privadas e sociedade civil.