OUTUBRO ROSA: PREVENÇÃO CONTRA O CÂNCER DE MAMA

OUTUBRO ROSA: PREVENÇÃO CONTRA O CÂNCER DE MAMA

pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Parceria entre Smed e NACPC fortalece atendimento educacional especializado à pessoa com deficiência

26 de mar de 2018 - Jornalismo

Secretário Bruno Barral espera estabelecer novas parcerias com outras entidades de Salvador

O secretário municipal de Educação, Bruno Barral, e o presidente do Núcleo de Atendimento à Criança com Paralisia Cerebral (NACPC), Pedro Guimarães, formalizaram uma parceria em regime de mútua cooperação, que possibilitará o fortalecimento do atendimento educacional especializado aos alunos com deficiência da rede municipal. A parceria tem por base o Decreto 29.129/2017, bem como pelo reconhecimento da entidade junto ao Ministério da Educação (MEC) como Centro de Atendimento Educacional Especializado (CAEE). Assim, a partir dessa formalização, a entidade receberá aporte técnico e financeiro para a manutenção, aprimoramento e ampliação do trabalho realizado.

“Trata-se de um contrato inovador no âmbito educacional da Bahia e que trará importantes benefícios na perspectiva da inclusão e de atendimento interdisciplinar de nossos alunos com deficiência, sejam crianças, jovens ou adultos”, explica Bruno Barral. Ele destaca, ainda, o importante trabalho já realizado pelo NACPC em seus 17 anos de existência e a parceria que já existe com a instalação de uma escola regular no núcleo – a Escola Municipal Dr Fernando Montanha Pondé, que atende cerca de 250 alunos, dos quais 104 são deficientes, que, no contraturno, recebem atendimento do NACPC. A escola oferece Educação Infantil (grupos 4 e 5), Fundamental I (1º ao 5º ano) e Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Para o médico Pedro Guimarães, fundador e presidente do Núcleo, o contrato assinado representa uma grande conquista. “É o fortalecimento da inclusão. E um verdadeiro presente de aniversário, já que nesta terça-feira (27) o NACPC completa 17 anos de trabalho”, comemora. De acordo com ele, o processo histórico da entidade, que foi criada com foco em estratégias inter e transdisciplinares para a reabilitação e inclusão de pessoas com deficiência, abrangendo as áreas de saúde e reabilitação, educação e promoção social, já caracterizava sua atuação como um Centro de Atendimento Educacional Especializado (CAEE), no modelo proposto pelo MEC. “Para chegarmos à condição de formalização e oficialização da entidade como CAEE fizemos as adequações normativas e seguimos os trâmites legais. Foi um processo burocrático, mas que no final representou uma grande vitória para todos”, diz.

Bruno Barral destaca que esse tipo de convênio pode ser firmado com outras entidades que se cadastrem junto ao MEC como CAEE. “Estamos abertos a essa iniciativa, para ampliar, consolidar e aperfeiçoar o atendimento a nossos alunos com deficiência”, frisa.

Sobre o NACPC – Atualmente, o NACPC atende cerca de 450 pessoas com deficiências físicas, intelectuais e múltiplas, realizando em média 10 mil atendimentos por mês. Está localizado em uma área de, aproximadamente 8.000 m², com estrutura referencial para tecnologias sociais, oferecendo atendimentos de reabilitação, saúde, educação e promoção social. O trabalho é feito através de equipe multidisciplinar composta por fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais, enfermeiros, médicos, pedagogos, psicopedagogos, professores de informática e de educação física, além dos outros profissionais dos setores administrativo e serviços gerais, em um modelo de atendimento interdisciplinar.

No ano de 2013, a entidade inaugurou a sede atual, no Alto de Ondina, caracterizada por mais de 50 salas e ambientes para realização de seus atendimentos. Há uma ampla área verde, denominada Parque Ecológico São Francisco de Assis, que comporta atualmente uma piscina terapêutica, áreas gramadas para atividades físico-funcionais e o 1º Parque Adaptado da Bahia.