Parceria promoverá qualificação profissional a alunos de escolas municipais de Salvador

29 de ago de 2019 - Jornalismo

Os estudantes adolescentes e jovens matriculados na rede municipal de ensino de Salvador vão ganhar uma importante oportunidade de qualificação profissional para facilitar o ingresso no mercado de trabalho. Uma parceria entre a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal da Educação (Smed), e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac-BA) foi firmada para a promoção de cursos nas escolas da rede.

O termo de cooperação foi assinado pelo prefeito ACM Neto e pelo presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado da Bahia (Fecomércio-BA), Carlos de Souza Andrade, em cerimônia realizada nesta quinta-feira (29), na Casa do Comércio. Também estiveram presentes na ocasião o secretário e a diretora pedagógica da Smed, Bruno Barral e Joelice Braga, respectivamente; a diretora regional do Senac-BA, Marina Almeida, e alunos de escolas municipais.

“Esse é um projeto muito especial, pois leva para os estudantes do Ensino de Jovens e Adultos, a partir de 15 anos e que ainda estão no Ensino Fundamental, a oportunidade de que, aliado aos estudos, também possam ter o convívio com cursos de iniciação profissional. Cursos esses que vão certificar esses jovens e permitir que eles possam lutar por um espaço no mercado de trabalho com mais conhecimento e experiência”, salientou o prefeito.

Para o presidente da Fecomércio, a ferramenta mais importante para os jovens hoje é a educação. “O Senac vai ajudar a dar os instrumentos para que possam se desenvolver, na vida profissional. Afinal de contas, time que não treina não ganha campeonato e o treinamento dos jovens é na escola. A intenção é de que, após o curso, os estudantes estejam preparados para o mercado de trabalho e essa parceria, com certeza, trará bons frutos para a cidade”, destacou Carlos Andrade.

Funcionamento – Os cursos de qualificação profissional são voltados aos alunos com 15 anos ou mais, prioritariamente nas turmas diurnas da Educação de Jovens e Adultos II (EJA II), que equivale ao Ensino Fundamental Anos Finais. Em 2019, serão atendidos 1,4 mil educandos, distribuídos em 47 turmas e 24 escolas. As capacitações serão para as funções de Operador de Supermercado, Assistente Administrativo, Assistente de Recursos Humanos, Promotor de Vendas, Recepcionista e Assistente de Logística.

As aulas serão ministradas por profissionais do Senac dentro da própria unidade escolar, dispensando o deslocamento dos educandos. Serão fornecidos, também, materiais didáticos necessários para participação no curso, bem como a merenda escolar. A carga horária total é de 160 horas, sendo 12 horas semanais de aula, distribuídas em quatro horas no turno regular e oito no contraturno. As atividades serão realizadas no período de 9 de setembro a 20 de dezembro.

Em 2020, a iniciativa terá um número maior de beneficiados: 1.712 vagas, além de mais um curso a ser acrescentado à lista, o de Almoxarife. O certificado será concedido para quem tiver, no mínimo, 75% de frequência no curso. O investimento neste projeto de capacitação profissional é de R$1,235 milhão.

O secretário Bruno Barral afirmou que a Smed sempre acreditou que era necessário proporcionar um conteúdo adequado aos alunos da Educação de Jovens e Adultos, que possuem perfil, realidades e expectativas diferentes de um aluno regular. “Essa capacitação vai permitir aos estudantes que possam conseguir um trabalho nas férias ou mesmo ter acesso a profissões, ajudando assim a conquistar uma vaga no mercado de trabalho. Esse é um momento histórico para a rede municipal de ensino”, pontuou.

Esperança – Para incentivar os alunos nessa jornada, o professor da rede municipal Wellington Santos relatou aos estudantes a própria trajetória profissional. Ele, morador do Lobato, no Subúrbio Ferroviário, chegou a concluir quatro cursos de ensino superior. “Ouvi uma frase que me motivou a ser o que sou e transmito a vocês: ‘Se você quer, você pode!’”, disse aos jovens presentes.

O estudante da Escola Municipal Dona Arlete Magalhães, Mateus Souza, ressaltou que ele e os demais alunos estavam orgulhosos com a parceria. “Essa é uma grande oportunidade para a gente e basta apenas que nós possamos aproveitá-la ao máximo”, disse.

Apresentações – O evento contou com duas apresentações de alunos da Rede Municipal. Na primeira, estudantes da Escola Municipal Professor Manoel de Almeida Cruz, localizada em Cajazeiras XI (GRE Cajazeiras), mostraram ao público a energia do gênero Trap – um subgênero do rap originado em meados da década de 2000 nos Estados Unidos. O grupo de dança é formado por Narciso Guimel Carvalho Lima dos Santos, José Felipe Matos Santos, Agatha Cristian Figueiredo Luz dos Santos, Juarez Gomes Macedo, Kely Vitória Souza Silva, Matheus Matos Santos, Lorena Borges Lima Conceição e Mateus dos Santos Pereira de Santana.

No palco quem também brilhou foi o aluno Gabriel Conceição, da Escola Municipal Teodoro Sampaio, cuja apresentação mesclou balé clássico e dança contemporânea. Em uma coreografia bem elaborada, Gabriel mostrou criatividade e técnica. A música escolhida foi Shallow, de Lady Gaga.

Materiais – Durante a solenidade, foi feita a entrega simbólica dos materiais didáticos e pedagógicos dos cursos que serão oferecidos pelo Senac para os educandos da EJA diurno. Francisco Adriano Silva e Lucas de Jesus, da Escola Municipal Professor Alexandre Leal Costa, Marcela Barbosa, da Escola Municipal Almirante Ernesto Mourão de Sá, Daniel Alves, da Escola Municipal Manoel Barradas, e Geovane de Jesus, da Escola Municipal Teodoro Sampaio, foram os alunos que subiram ao palco para receber o material.

Escolas – Participaram do evento alunos das escolas municipais Maria Constança (GRE Cabula), Professor Alexandre Leal Costa (GRE Centro), Padre Norberto (GRE São Caetano), Teodoro Sampaio (GRE Orla), Hilberto Silva (GRE Liberdade/Cidade Baixa), Manoel Henrique da Silva Barradas (GRE Subúrbio I), Almirante Ernesto Mourão de Sá (GRE Subúrbio II), Dona Arlete Magalhães (GRE Pirajá), Professor Manoel de Almeida Cruz, Professor Cláudio Veiga e Municipal da Palestina (GRE Cajazeiras) e do Instituto Municipal de Educação Professor José Arapiraca – Imeja (GRE Itapuã).

Estiveram presentes também a subsecretária municipal da Educação, Rafaella Pondé, e os gerentes regionais de educação Adenildes Teles (Cajazeiras), Ivone Portela (Liberdade/Cidade Baixa), Geisa Soveral (Subúrbio I), João Paulo Leite dos Santos (São Caetano), Bruno Lima Cardoso (Orla), Inácio Carvalho de S. Mattos (Subúrbio II), Gustavo Oliveira (Itapuã), José Mario Benevides Junior (Centro), Rafael Lisboa (Pirajá) e Roberval Dória (Cabula).

Fotos: André Carvalho/Smed/PMS