OUTUBRO ROSA: PREVENÇÃO CONTRA O CÂNCER DE MAMA

OUTUBRO ROSA: PREVENÇÃO CONTRA O CÂNCER DE MAMA

pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Poesia marca Sessão Especial da Semana do Livro

23 de out de 2007 - dev

O secretário municipal de Educação e Cultura, Ney Campello, participou na manhã de hoje (23) da Sessão Especial “Lançamento da Semana Nacional do Livro e da Biblioteca”, promovida pelo mandato da vereadora Vânia Galvão, na Câmara Municipal de Salvador, no Plenário Cosme de Farias.

A sessão foi presidida pela vereadora Vânia e pela presidente da Comissão de Educação Cultura Esportes e Lazer, a vereadora Olívia Santana, que destacaram a importância da educação e das bibliotecas na sensibilização para o ato da leitura. Em Salvador, a Semana Nacional do Livro e da Biblioteca tem o apoio da Universidade Federal da Bahia (UFBa) e da Fundação Gregório de Matos.

Representantes das bibliotecas comunitárias do Calafate, Parque São Bartolomeu e Valéria estiveram presentes na sessão e aproveitaram-na para dialogar sobre o apoio governamental às bibliotecas e a importância destes espaços para o desenvolvimento da leitura e letramento em comunidades carentes, sendo inclusive um apoio às escolas municipais. “A escrita e a palavra são os verbos que constroem os processos da humanidade”, declamou o representante da comunidade de Valéria, Antônio Mendes Fernandes, em seu cordel em homenagem às bibliotecas.

Um convidado ilustre representou os estudantes soteropolitanos no plenário, o aluno do Colégio Antônio Vieira, José Willian, de 10 anos. Ele enfatizou que seu hábito de leitura teve início nas histórias em quadrinhos, que o levaram a ter uma melhor compreensão em sala de aula, ajudando na familiarização com textos mais complexos, como das revistas Veja e Época. “Quando leio, fico mais calmo. E quando termino tenho a sensação de vitória”, afirmou.

A Semana Nacional do Livro e da Biblioteca foi instituída pelo Decreto Lei nº. 84. 631, de 2 de abril de 1980 e é comemorada entre os dias 23 e 29 de outubro. Também no dia 29, é comemorado o Dia Nacional do Livro, por meio da Lei nº. 5.1912, de 18 de dezembro de 1966.

O secretário municipal de Educação e Cultura, Ney Campello, discorreu sobre a experiência da SMEC com a promoção das Aulas a Céu Aberto, quando os alunos saem do ambiente escolar e vão ao Centro Histórico para ter aulas in loco, incentivando à cultura e o contato com o legado de importantes cidadãos baianos. “O povo organizado torna-se soberano. Temos que levar a leitura onde está a sociedade, por isso ganhamos as praças. Como diz Castro Alves, belamente declamado por Peralta, A praça é do povo, como o céu é do condor”.

O ator Marcos Peralta declamou poemas do poeta baiano Castro Alvos, emocionando os ouvintes com os versos de “Navio Negreiro”. O poeta escreveu: “Donde vem? Onde vai? Das naus errantes, quem sabe o rumo se é tão grande o espaço? Neste saara, os corcéis o pó levantam, galopam, voam, mas não deixam traço”. Assim é a leitura, uma saara a ser desbravada, um mundo novo, mágico, capaz de levar ao encontro, como sabidamente diz o poeta, do céu e do mar; “sentir deste painel a majestade! Embaixo — o mar em cima — o firmamento… E no mar e no céu — a imensidade!” Que a imensidade seja feita de letras e histórias. Viva ao Dia nacional do Livro e das Bibliotecas!