OUTUBRO ROSA: PREVENÇÃO CONTRA O CÂNCER DE MAMA

OUTUBRO ROSA: PREVENÇÃO CONTRA O CÂNCER DE MAMA

pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Prefeitura entrega 33 mil chips de internet patrocinada para alunos da Rede Municipal

30 de jul de 2020 - Jornalismo

As escolas municipais de Salvador já iniciaram a distribuição dos chips de internet patrocinada para gestores e alunos do Ensino Fundamental II (do 6º ao 9º) e da Educação de Jovens e Adultos II (EJA II – TAP IV e V). A iniciativa contempla cerca de 33 mil estudantes da Rede Municipal, que poderão navegar gratuitamente para acessar as aulas virtuais da plataforma Escola Mais. A organização da entrega é feita por cada escola, que entra em contato com o aluno ou responsável para combinar dia e horário.

“Essa é mais uma ação da Prefeitura na área da Educação focada no ensino e aprendizagem nesse período de isolamento social. Estamos patrocinando pacotes de dados para garantir que nossos alunos continuem os estudos virtuais enquanto as aulas presenciais não voltam”, afirma Bruno Barral, secretário municipal da Educação.

Ao receberem o chip, os alunos terão que seguir alguns passos para a utilização. O primeiro deles é baixar o aplicativo Smed Conectada (clique aqui para acessar). O acesso à internet se dá por esse app, instrumento que proporciona o uso adequado da tecnologia, bem como a medição correta do volume de uso de dados. O processo é simples e está detalhado no site da secretaria, onde os alunos e responsáveis podem encontrar o passo-a-passo tanto em forma de manual, quanto em um tutorial em vídeo.

Na Escola Municipal Professora Alexandrina Santos Pita, localizada em Pirajá, o processo de entrega dos chips foi iniciado na terça-feira (28), junto com a distribuição das cestas básicas. De acordo com a gestora da unidade, Lourdes de Paula Souza Pedro, tudo foi organizado de forma a evitar aglomerações, com as entregas em locais distintos dentro da escola. Ela destaca a importância da iniciativa. “Uma ação dessa natureza acaba mitigando as desigualdades sociais. A entrega dos chips faz com que nossos alunos tenham a garantia de que os ritos de aprendizagem sejam mantidos. E esse acesso à aprendizagem através das aulas virtuais também minimiza os impactos causados pelo distanciamento físico, que ocorreu de forma tão abrupta”, afirma.

Para intensificar mais esse trabalho, foram distribuídos, ainda, dois tablets com chips de banda larga para cada escola municipal que ofereça o Ensino Fundamental II e a EJA II. Com isso, a equipe gestora dessas unidades de ensino poderão reforçar a comunicação com os alunos e as famílias, principalmente no suporte à utilização da plataforma Escola Mais, bem como ao acompanhamento do acesso às aulas, dando mais efetividade à ferramenta educacional.

Os alunos que ainda não receberam o chip devem entrar em contato com a escola para mais informações sobre a entrega.

Fotos: Alunos e responsáveis recebem os chips na Escola Municipal Professora Alexandrina Santos Pita