OUTUBRO ROSA: PREVENÇÃO CONTRA O CÂNCER DE MAMA

OUTUBRO ROSA: PREVENÇÃO CONTRA O CÂNCER DE MAMA

pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Prêmio Jorge Amado: Alunos de escola municipal participam de Oficina de Produção de Vídeo-Clipe e História em Quadrinho (HQ)

26 de jul de 2017 - Publicidade

Wilton Bernardo, Lourdes de Fátima e Ramon Anjos na abertura da Oficina.

O início das produções literárias para o Prêmio Jorge Amado de Literatura da Secretaria Municipal da Educação – Smed está agitando as escolas municipais de Salvador. Nesta terça-feira, 25 de julho, a Escola Municipal Manoel de Almeida Cruz, em Cajazeiras XI, recebeu a Oficina de Produção de Vídeo-Clipe e História em Quadrinho (HQ) organizada pela Smed em parceria com a gestão da unidade escolar. Cerca de 40 alunos participaram do curso ministrado pelo designer gráfico e artista visual Wilton Bernardo e pelo designer gráfico Ramon Anjos.

Aula extra de produção de vídeo-clipe com o designer Ramon Anjos.

Com a atenção fixa em cada informação, os alunos não deixaram passar um detalhe, desenharam, registraram pontos a serem trabalhados e esclareceram dúvidas. Graziele Oliveira dos Santos, aluna do 6º ano, que vai disputar na categoria de HQ, ficou bastante animada com a oficina. “Eles nos ensinaram muitas coisas interessantes, que podemos aplicar na hora de fazer nossos trabalhos”, disse. A opinião também é dividida por Mateus Simões de Almeida, do 6º ano. “Foi uma oficina muito legal e que nos ensinou bastante”, afirmou, completando que já tem em mente todo o roteiro da sua história em quadrinho.

Os alunos que irão disputar na categoria vídeo-clipe ficaram tão entusiasmados com o curso, que acabaram recebendo uma aula extra do designer Ramon Anjos. “Eles estavam muito interessados. Foi muito gratificante vê-los tão empolgados e dispostos a se aprimorar, a buscar instrumentos que qualifiquem ainda mais o trabalho desenvolvido para participação no concurso”, diz Ramon. “É empolgante ver como essas crianças absorvem conhecimento e querem saber mais. A Educação é, realmente, uma ferramenta transformadora”.

O ânimo e interesse dos participantes, todos entre 12 e 14 anos, foi contagiante, na opinião do artista visual Wilton Bernardo. “Foi uma grande satisfação participar dessa oficina. É muito importante incentivarmos as crianças, os jovens a exercitarem e apresentarem suas aptidões”, afirma. “Durante a oficina, vi muitos talentos. Talentos que têm pressa e precisam de oportunidade”, destaca. Para ele, o prêmio Jorge Amado de Literatura é uma forma de impulsionar, incentivar e dar visibilidade a esses talentos que se abrigam nas escolas municipais.

Produção de HQ com o designer Wilton Bernardo.

Além dos alunos que vão disputar nas categorias abordadas pela Oficina, outros também participaram. Foi o caso de Evelyn Correia Santose Taiala Pinheiro Alves, que estão no 9º ano. “Apesar de não ser exatamente sobre Romance, acabamos nos inspirando a partir de assuntos abordados aqui”, justificaram. As duas já estão escrevendo as histórias com as quais vão disputar o prêmio.

A presidente do Plano Municipal do Livro, da Leitura e da Biblioteca de Salvador, Lourdes de Fátima Santos Pinto, ressalta que o sucesso da Oficina revela a sintonia existente entre a ação da SMED e os anseios dos educandos. “De fato, falar de literatura e de produção artística literária na terra de Castro Alves, Jorge Amado, João Ubaldo, Gregório de Mattos, Antônio Vieira e outros é plantar em terreno adubado por um tecido cultural que, às vezes, está invisível”, avalia. “Os momentos de encontro estabelecidos entre os alunos da escola e a oportunidade de concorrer ao premio de literatura, sob a orientação cuidadosa e preparada de seus professores e demais educadores, torna possível acreditar que veremos surgir novos talentos em terra baiana.”

A secretária Municipal de Educação, Paloma Modesto, destaca o comprometimento e dedicação da equipe do Prêmio Jorge Amado e também da equipe gestora da Escola Municipal Manoel de Almeida Cruz: a diretora Elenalda Gomes de Jesus Santos, as vice-diretoras Hortência das Virgens Conceição Rodrigues e Patricia Rocha Santos Silva, das coordenadoras Barbara Shirlene Dias Santos e Selma dos Santos Ribeiro e da coordenadora da biblioteca, Emília Urpia. “Faço um agradecimento especial aos ministrantes da oficina Wilton Bernardo e Ramon Anjos, que se dispuseram voluntariamente a dedicar tempo e compartilhar conhecimento com nossos alunos. Uma contribuição ímpar a esse processo tão rico que é o Prêmio Jorge Amado”, conclui.