pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Prêmio Jorge Amado classifica quinze alunos da rede municipal

23 de dez de 2019 - Publicidade

 

O Prêmio Jorge Amado, um dos maiores concursos de incentivo à leitura do país, idealizado pelo Prefeito ACM Neto e executado pela Secretaria Municipal da Educação (Smed) classificou quinze estudantes da rede municipal de ensino nas categorias: Poesia, Romance, Conto, Dramaturgia e História em quadrinhos.  Os vencedores receberam prêmios de R$ 4 mil para os primeiros colocados, R$ 3 mil para os segundos lugares e R$ 2 mil para a terceira colocação. Ao professor orientador foi concedida medalha de Honra ao Mérito e bolsas de estudos de pós-graduação, oferecida pela Universidade Católica do Salvador (Ucsal).

O vice-prefeito Bruno Reis, confessou que a premiação é resultado da administração municipal que acredita na transformação através da educação. “Ver nossa Secretaria realizar um prêmio como esse, estimulando a produção literária, me deixa muito feliz. Ocupávamos as últimas posições no Índice de Desenvolvimento de Educação Básica (Ideb), e o prefeito acreditou que era possível. E por acreditarmos, investimos em recursos reformando escola, reconhecendo a importância do professor através de uma remuneração justa, investindo nos materiais pedagógicos e em prêmios como esse que estimulam ainda mais o envolvimento dos nossos alunos e é por todas essas iniciativas que hoje Salvador é a cidade que mais cresce no Ideb e isso se deve a vocês professores e alunos, estão todos de parabéns!” destacou Bruno Reis.

O secretário da Educação, Bruno Barral destacou a importância do prêmio para os estudantes da rede. “Hoje é um dia muito especial para todos da Secretaria de Educação, o prêmio Jorge Amado é um dos maiores concursos incentivadores à leitura, à escrita, produção seja em história em quadrinhos e audiovisual do Brasil. É uma premiação que chega a quase 45 mil reais que torna isso como incentivo, mas que neste momento pais, mães, professores e orientadores recebem a premiação por tudo que vocês se dedicam, que é cuidar dos filhos dos outros. Aqueles que participaram e não tiveram a honra de ser premiados não desistam, o ano que vem é de vocês!”, sentenciou Barral.

Presente em todos os eventos desde sua primeira edição, a neta do homenageado, Maria João Amado afirma que mais importante do que a homenagem é motivar os meninos e meninas à leitura e escrita. “Estamos num momento que não se dá muito valor à leitura e escrita, então a Prefeitura trazer um prêmio de literatura para as escolas municipais é importantíssimo, é vital porque ela dá oportunidade a esses estudantes de ganharem o prazer pela escrita, externar seus sentimentos”, declarou Maria João.

Para a diretora pedagógica da Smed, Joelice Braga, o Prêmio Jorge Amado é uma ação da  cidade de Salvador. “Todos que estão aqui são grandes educadores que colaboram para este processo, que cada dia as escolas de Salvador fazem tão bem”, pontuou.

“A realização deste evento é para atender um pleito do prefeito ACM Neto, ainda em 2012 durante os festejos do centenário de Jorge Amado, ele gostaria de homenagear o escritor baiano com uma produção infanto-juvenil, esse prêmio tem essa ambição e cumpre. Tem uma metodologia diferenciada, temos o professor orientador para apoiar nossos adolescentes nas suas dificuldades, estamos extremamente satisfeitos com o resultado”, Lourdes de Fátima Santos Pinto, organizadora do Prêmio Jorge Amado, conselheira do Plano Municipal do Livro, da Leitura e da Biblioteca (PMLLB) .

Era visível a alegria da ganhadora do Prêmio pela terceira vez a professora Eliane Neves, da Escola Municipal Brigadeiro Eduardo Gomes (Itapuã) que este ano garantiu o primeiro e segundo lugar. “Fico radiante porque tudo começou com o talento de uma aluna, este ano dediquei uma unidade inteira na aula de produção textual para escrita de romance, independente de o aluno querer participar do prêmio, ele aprendeu a construir a narrativa e fizemos a motivação em sala de aula. Gosto de trabalhar por resultados e o prêmio Jorge Amado me deixa muito feliz, faço pelas meninas, falo por elas porque é o público maior que meninos. Vejo uma oportunidade maravilhosa na vida para todos os estudantes”.

A primeira colocada da EM Brigadeiro, Ana Beatriz Gomes Lopes, inspirada no grupo coreano Bitiesse, escreveu um romance. “Sempre gostei de escrever, gosto muito de romance policial, estou bem feliz com o prêmio, vou dar a metade para ajudar minha mãe na reforma da nossa casa e a outra parte vou guardar. Não sei se quero ser escritora, mas quero publicar meu livro para que todos os adolescentes possam ler”, contou.

Na categoria Poesia, a Escola Municipal Pedro Veloso Gordilho (São Cristóvão), garantiu o 1º e o 3º lugares, representados pelos alunos Gustavo Pinheiro dos Santos e Fred Leandro Marinho Silva, respectivamente. A segunda colocação ficou com a Escola Municipal Santa Rita (Luiz Anselmo), representada por Deivide Assunção dos Santos.

Já a primeira colocação na categoria Conto ficou com a aluna Débora Beatriz Gomes Lopes, da Escola Municipal Beatriz de Farias (Boca da Mata). As demais posições foram ocupadas pelos alunos Cauã Reymond Santos Sá Medeiros e Aiyê Biodê Brasil de Jesus, das escolas Assistencial São José (São Caetano) e Lagoa do Abaeté (Itapuã), respectivamente.

Com os Romances intitulados “Meu amado bandido” e “Chance no amor”, a escola Brigadeiro Eduardo Gomes (Itapuã) garantiu as duas primeiras colocações na categoria, as alunas Ana Beatriz de Santana Neri e Alice dos Santos Rocha tiveram a orientação da professora Eliane Souza da Silva Neves. Já o terceiro lugar foi ocupado pela escola Professor Manoel Henrique da Silva Barradas (Ilha Amarela), com a aluna Júlia Vitória Silva dos Santos.

Em Dramaturgia, o primeiro lugar ficou para Thaillane Santos Rosário de Jesus, da Escola Municipal Teodoro Sampaio (Santa Cruz), com a obra O Castelo de Corvin e os seus mistérios. Na segunda colocação, ficou Evelyn Pimentel Caldas, da Escola Municipal Pirajá da Silva (Liberdade), com a peça O tesouro perdido. A aluna da Escola Municipal Prof. Manoel de Almeida Cruz (Cajazeiras), Arielle Santos da Silva, autora de Por trás das câmeras, conquistou o 3º lugar.

“O poder do perdão”, obra da aluna Caroline Lima Silva, da Escola Municipal Nova Sussuarana, conquistou a primeira colocação na categoria História em Quadrinhos (HQ). Em segundo lugar, ficou Alex Lima Pinto, da Escola Municipal Senador Antônio Carlos Peixoto de Magalhães (Rio Sena), com “Sem contrastes não há reflexão”. Da Escola Municipal Gersino Coelho (Doron) vem o terceiro lugar. Trata-se da obra “O dia agitado de Fernanda e sua mãe”, do aluno Davi Costa da Silva.

A comissão julgadora dos trabalhos  literários dos alunos foi composta por profissionais da SMED, Universidade Federal da Bahia – UFBA, União Baiana de Escritores – UBESC, Centro Universitário Jorge Amado – UNIJORGE, Universidade Salvador – UNIFACS e Universidade Católica do Salvador – UCSAL. Todo o processo da Comissão Julgadora desenvolveu-se nas dependências da Universidade Católica do Salvador – UCSAL.

 

Fotos: André Carvalho/Smed/PMS

_ALC_3366_17.12_Prêmio Jorge Amado_Foto André Carvalho_SMED_PMS (2)
_ALC_3366_17.12_Prêmio Jorge Amado_Foto André Carvalho_SMED_PMS (31)
_ALC_3366_17.12_Prêmio Jorge Amado_Foto André Carvalho_SMED_PMS (143)
_ALC_3366_17.12_Prêmio Jorge Amado_Foto André Carvalho_SMED_PMS (194)
_ALC_3366_17.12_Prêmio Jorge Amado_Foto André Carvalho_SMED_PMS (215)
_ALC_3366_17.12_Prêmio Jorge Amado_Foto André Carvalho_SMED_PMS (246)
_ALC_3366_17.12_Prêmio Jorge Amado_Foto André Carvalho_SMED_PMS (313)
_ALC_3366_17.12_Prêmio Jorge Amado_Foto André Carvalho_SMED_PMS (301)