pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Professores alertam alunos da rede municipal sobre zika e chikungunya

25 de fev de 2016 - Jornalismo

Preocupada com os índices crescentes de cidadãos infectados por doenças como zika, dengue e chikungunya, a Escola Municipal Francisco Leite, localizada no bairro de Águas Claras, promoveu hoje (24) uma ação inusitada de combate ao mosquito Aedes aegypti. A ação, que consiste em uma encenação teatral apresentada por dez professores, foi projetada pelos educadores durante a jornada pedagógica deste ano, que ocorreu na primeira quinzena deste mês.
De acordo com a diretora da escola, Maria Adelma, existe uma preocupação muito forte em conscientizar a comunidade através das crianças. “Nós percebemos que muitos membros da comunidade não têm o cuidado adequado com o descarte do lixo e muitas vezes eles são jogados espalhados no entorno da escola. Foi aí que decidimos dramatizar esse assunto tão importante e que vem sendo muito abordado, para que a comunidade possa erradicar os criadouros do Aedes”, relatou.
A peça narra a história de uma mãe que, ao levar a filha para a escola, joga um saco de lixo na entrada do espaço. Ao ser abordada por uma funcionária da unidade sobre os ricos do manuseio errado dos dejetos, ela não imagina sobre os problemas que poderão ser causados. Ao longo da narrativa, após sua filha contrair o vírus da zika, a mãe e a comunidade vão revendo valores e repensando suas atitudes com a prevenção de criadouros do mosquito.
24.02.2016 Ação_Dengue - Escola_Municipal_Francisco_Leite2 - FOT BRUNO CONCHA
Esta é a segunda vez em que o grupo de professores dramatiza esta peça. A primeira apresentação foi destinada aos pais dos alunos atingindo assim grande parte da comunidade local.  “Os pais ficaram maravilhados e interagiram conosco durante toda a apresentação. É importante que tanto eles como as crianças possam conscientizar a comunidade sobre este assunto que interfere tão incisivamente na saúde de todos”, destacou Maria Adelma.
Educadora da unidade há dois anos, a professora Valdineia Ribeiro, que leciona no projeto especial de alfabetização voltado a alunos com déficit de aprendizagem, destacou a importância de manter ações como estas nas escolas. “Aqui toda a escola já vem trabalhando com este tema há muito tempo. No ano passado fizemos uma campanha sobre a conservação do meio ambiente e que também aborda o descarte correto do lixo para evitar doenças como a dengue. Nós queremos formar alunos atuantes para que eles possam ser multiplicadores destas ações“, completou.
Rede mobilizada – Além da Escola Municipal Francisco Leite, toda a rede de ensino municipal está mobilizada em prol do combate aos mosquitos causadores das arboviroses. De acordo com a coordenadora de Inclusão Educacional e Transversalidade da Secretaria da Educação (Smed), Jaqueline Araújo, as ações já são desenvolvidas desde 2013, mas por conta do aumento dos casos de infectados, a pasta vem orientando as unidades escolares a intensificar as ações de conscientização.
24.02.2016 Ação_Dengue - Escola_Municipal_Francisco_Leite10 - FOT BRUNO CONCHA
“Fechamos uma parceria com as Forças Armadas e desde o dia 15 deste mês integrantes vão às escolas motivar os alunos para combater o mosquito. Além disso, no dia 22 de março, no Parque São Bartolomeu, teremos mais uma apresentação da peça ‘Xô Xô Dengue’, apresentada por agentes de endemias, que vai reunir estudantes de várias unidades, como a Escola Ivone Vieira Lima, do bairro de Sussuarana”.