pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Professores da Escola Municipal Alfredo Amorim debatem atendimento socioeducativo na EJA

07 de fev de 2020 - Publicidade

 

“Diálogo Pedagógico na EJA – Desafios e Possibilidades para atendimento de educandos que cumprem medidas socioeducativas”. Foi o tema da palestra promovida pela Escola Municipal Alfredo Amorim, localizada no bairro da Ribeira (GRE Liberdade- Cidade Baixa), na última terça-feira (04). O evento, voltado para os professores da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da unidade de ensino, contou com as presenças da Promotora de Justiça e Cidadania com atribuições em educação do Ministério Público da Bahia (MP-Ba), Maria Pilar Cerqueira e do Promotor de Justiça da Infância e Juventude do MP-Ba, Evandro Luís Santos.

Na ocasião, a Gerente regional da GRE Liberdade- Cidade Baixa, Ivone Portela, ressaltou a importância de se debater sobre o tema, considerando o contexto e as fragilidades desses estudantes. “Precisamos entender que, quando conversamos sobre o assunto, estamos fortalecendo a nossa prática pedagógica, no sentido de tomarmos decisões mais assertivas para o atendimento adequado às especificidades deste público”, sinaliza.

A mediação da mesa ficou sob a responsabilidade da gestora da escola, professora Patrícia Barral, que apresentou pontos importantes que permeiam a rotina escolar e a complexidade no atendimento da Educação de Jovens e Adultos (EJA). No segundo momento pelo professor João Batista Copque Júnior, gestor da Escola Municipal Professor Carlos Formigli, que atua com adolescentes e jovens que cumprem medida socioeducativa em privação de liberdade na Comunidade de Atendimento Socioeducativo Salvador (Case). Segundo ele, é preciso reforçar a todo o momento a importância da educação como ferramenta fundamental de transformação humana. “Recebemos esses jovens que chegam à Case com a auto-estima baixa e sem perspectiva, e através da educação, dos conhecimentos adquiridos e da escrita encontram um ponto de partida para mudança de vida”, pontuou.