pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Professores de Educação Física da Rede Municipal falam sobre a rotina de aulas durante a pandemia

01 de set de 2020 - Jornalismo

Que a prática de atividade física é importante para a saúde, todos sabem. Mas nem todos conseguem manter uma rotina diária de exercícios. Os profissionais de Educação Física, cujo dia é comemorado neste 1° de setembro, afirmam que a prática dessas atividades, principalmente neste período de pandemia, é fundamental para manter a calma e o bem estar.

A Secretaria Municipal da Educação (Smed) conta com 250 profissionais dessa área atuando na Rede Municipal e, mesmo com a suspensão das aulas presenciais, eles mantém uma rotina com seus alunos através das aulas transmitidas pela TV ou pelas videoaulas gravadas para o Canal da Smed no YouTube – dois dos projetos desenvolvido pela Smed com o objetivo de manter seus alunos próximos enquanto as aulas presenciais estão suspensas.

Segundo Leonardo Brandão, professor das turmas do 6° ao 9° ano da Escola Municipal Cláudio Veiga, as aulas são mescladas entre jogos de circuitos motores e atividades aeróbicas, pois são mais fáceis de orientar pela TV e fazem com que os estudantes acompanhem de casa. “As aulas ocorrem duas vezes por semana, uma teórica e outra prática, para que os alunos não deixem de se movimentar. Tenho recebido feedbacks positivos deles. As atividades são ótimas para fazer tanto sozinho quanto com a família. Antes de começar eu oriento sempre para todos que estiverem em casa possam participar, é uma maneira de tornar as aulas mais prazerosas e divertidas”, conta o professor.

Ainda de acordo com Leonardo, a prática de exercícios ajuda o cérebro a manter suas principais habilidades mentais reguladas. “Durante a prática de exercícios, liberamos endorfina e renovamos nosso padrão cerebral e, consequentemente, somos beneficiados com a melhora da concentração e da memória”, enfatiza.

O professor Flávio Azevedo ensina turmas da EJA 2 (TAP 4), um grupo bem heterogêneo composto por alunos adultos e idosos, e por esse motivo não orienta exercícios físicos a distância. Mas nem por isso ele deixa de destacar a importância de se fazer atividade física. “Ensino a importância da alimentação saudável e abordo a relação do exercício físico com a saúde mental. Passo para meus alunos informações que mostram que fazer exercícios reduz a ansiedade e estimula a produção de alguns hormônios neurotransmissores que dão a sensação de prazer, mantém o equilíbrio emocional e a saúde do corpo”, explica.

Conforme o professor Vinicius Sacramento, da Escola Municipal Acelino Maximiano, a melhor maneira de atrair os alunos para as aulas a distância é mostrar as atividades de forma lúdica, com objetivo macro de tornar esse aluno capaz de pensar, sentir e realizar os movimentos. “A ideia é fazer com que eles aprendam brincando, estimular a criação de jogos e brincadeiras é o melhor caminho. Embora as aulas sejam direcionadas para a autonomia do aluno, em algumas atividades é solicitada a participação dos familiares é mais um estímulo quando todos estão juntos”, diz. O professor tem contribuído com o Canal da Smed no YouTube, com videoaulas de alongamento, frescobol adaptado, boliche, circuitos, entre outros.