pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Professores participam de projeto Ética e Direitos Humanos na Escola

04 de out de 2008 - dev

Mais de mil professores, diretores e coordenadores da rede municipal participaram da abertura do Projeto Ética e Direitos Humanos na Escola: uma questão de cidadania, promovido pela Fundação Instituto de Direitos Humanos e Secretaria Municipal da Educação e Cultura (SMEC).

O encontro visa fortalecer a escola como espaço de exercício da cidadania, possibilitando a formação do cidadão-professor na escola para a criação de agentes multiplicadores na promoção dos direitos humanos.

O curso, que inicia no dia 8 de outubro, propõe ações de solidariedade, cooperação e repúdio às injustiças, envolve 1,8 mil participantes, entre técnicos da SMEC, dirigentes das Coordenadorias Regionais de Educação (CRE) e docentes da rede municipal.

A consultora pedagógica da Fundação Instituto de Direitos Humanos (IDH), Silvana Ferreira, abriu o encontro frisando a questão da sensibilização dos professores no sentido de fazer o aluno reconhecer os direitos humanos. “Nesse processo de educação é necessário que o tempo inteiro, estudemos, junto aos alunos, a construção da cidadania” afirmou. Ferreira disse ainda que é preciso formar cidadãos conscientes dos seus direitos e deveres, através da educação, pois esta é o caminho a ser seguido para construção de uma sociedade justa e igualitária.

Neste primeiro encontro houve duas palestras: “Ética e Direitos Humanos na Escola: uma questão de cidadania” e “O educador na construção da cidadania”. A primeira, ministrada pelo coronel da Polícia Militar Antônio Jorge Melo, especialista em gestão de segurança pública, professor de cursos da Uneb, Ufba e das academias da polícia Militar e Civil. A segunda, pela professora Márcia Misi, docente da Uesf e coordenadora da Superintendência de Apoio e Defesa dos Direitos Humanos da Secretaria Estadual de Justiça e Direitos Humanos.

Antônio Melo destacou a importância da família como pilar da transformação, pois a escola sozinha não pode fazer as mudanças. “É preciso resgatar urgentemente a família, pois a escola é um lugar de sonhos, e acima de tudo, de desafios da construção da cidadania” explicou.

Fizeram parte da mesa solene o representante da SMEC, Luis Rogério Cruz, o sociólogo e professor do projeto, Gey Espinheira, o presidente do IDH, Hélio Mendes Cazuquel e Valdemar Oliveira coordenador do Centro de Defesa da Criança e do Adolescente (CEDECA).

O Plano de Ação do projeto será proposto pelos participantes visando a implantação em cada escola. O curso será desenvolvido por meio de oficinas enfocando a prática docente, onde serão trabalhados os conceitos básicos de Ética, Cidadania e de Direitos Humanos e a forma de inserção na prática pedagógica.