OUTUBRO ROSA: PREVENÇÃO CONTRA O CÂNCER DE MAMA

OUTUBRO ROSA: PREVENÇÃO CONTRA O CÂNCER DE MAMA

pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Programa capacitará 1,2 mil jovens em Salvador

02 de jun de 2005 - dev

Os interessados deverão se dirigir às agências dos Correios do Comércio, Calçada, Campo Grande, Paripe e Periperi para se inscrever gratuitamente.

Jovens de Salvador, dos bairros de Paripe, Periperi e Coutos, entre 18 e 24 anos, que concluíram a 4ª série e não concluíram a 8ª série do Ensino Fundamental, poderão se inscrever até esta sexta-feira (dia 3) para participar do Programa Pro-Jovem, do governo federal, em parceria com a Prefeitura de Salvador. O programa dará oportunidade para que os jovens possam concluir o Ensino Fundamental em apenas um ano, sejam capacitados profissionalmente, tenham cursos de informática e participem de atividades esportivas e culturais. Os jovens que cumprirem as obrigações exigidas pelo curso receberão mensalmente um auxílio financeiro no valor de R$ 100.
De acordo com o secretário de Governo e coordenador do programa em Salvador, Sérgio Brito, a meta para 2005 na capital baiana é beneficiar 15,6 mil jovens e no próximo ano mais 9.681. Nessa primeira fase, serão contemplados 1,2 mil jovens e o restante, no mês de setembro. Segundo o secretário, os jovens não poderão ter vínculo formal de trabalho, ou seja, não ter carteira assinada e deverão desenvolver ações comunitárias de interesse público.
“É importante afirmar que o Pro-Jovem terá duração de um ano e será implantado em escolas municipais, reunindo turmas de 30 jovens”. Segundo explicou Sérgio Brito, a formação integral compreenderá atividades de formação escolar (800 horas), qualificação profissional (350 horas) e desenvolvimento de ação comunitária (50 horas), somando 1,2 mil horas presenciais. “Atendendo às necessidades do público, o currículo compreenderá, ainda, 400 horas de atividades não presenciais, totalizando 1,6 mil horas”, completou.
Na primeira fase, o governo federal quer atuar nas 27 capitais brasileiras, atendendo 200 mil jovens em 2005.

Fonte: smcs