OUTUBRO ROSA: PREVENÇÃO CONTRA O CÂNCER DE MAMA

OUTUBRO ROSA: PREVENÇÃO CONTRA O CÂNCER DE MAMA

pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Projeto da Escola Municipal Adroaldo Ribeiro Costa incentiva a leitura e a produção de textos

28 de nov de 2017 - Publicidade

Música, poesia, dança, exposição, representatividade, Literatura e muita alegria, marcou a apresentação do Projeto de Linguagem: “ERA UMA VEZ…”, evento realizado nesta terça-feira (28), pela Escola Municipal Adroaldo Ribeiro Costa, no Retiro.

Pensado e desenvolvido pelas professoras Jacqueline Daltro de Carvalho, Isabela Dias e Ivone Celsa Dias dos Santos, o projeto visou trabalhar o conteúdo da Literatura e da Produção de Texto buscando um olhar contemplativo do estudar e do brincar, incentivando a formação intelectual e o desenvolvimento da sensibilidade dos alunos.

O trabalho, que começou a ser realizado desde janeiro deste ano, foi divido em 3 etapas, com leitura e  produção de textos, descrição dos personagens, arte linguística, ortografia, figura de linguagens, coerência e produção musical, tudo a partir da criação das histórias dos personagens, trabalhando o emocional de cada aluno. A professora de Língua Portuguesa, Jaqueline Daltro de Carvalho, disse que se sentiu realizada e feliz com todo processo. “Tenho a sensação de dever cumprido e de muita satisfação. Os alunos estão mostrando como são capazes de aprender, realizar e demonstrar de forma lúdica seus sentimentos”.

Gratificada também com o resultado positivo do trabalho a diretora da instituição, Ilma Solange, falou da emoção de ver os alunos integrados e de como a Literatura trouxe o interesse da leitura para a vida deles. “Estou muito sensibilizada em ver que através do lúdico a aprendizagem se deu de uma forma tranquila e clara. Há mais de quatro anos estou aqui acompanhando todo o processo de aprendizado desses alunos e sei que muitos deles irão sair daqui com olhar totalmente diferente”.

As seis turmas, do 6º ao 8º ano A e B, apresentaram-se no palco da poesia, acompanhados por música instrumental que tocavam as canções do universo popular e as que foram produzidas pelos próprios alunos. Um painel também foi montado para expor as histórias e os bonecos produzidos pelos estudantes.

Pais, mães e responsáveis foram apreciar e acompanhar a apresentação dos estudantes. Orgulhosa com a participação do filho Samuel, Silvana Sena falou do desenvolvimento dele e da importância das escolas realizarem sempre esses trabalhos incentivadores. “Com esse trabalho vi meu filho mais integrado e interessado. Em casa, ele começou a ler muito mais e ficou mais interessado pelos contos e pela literatura, essas ações devem fazer parte do calendário curricular de toda escola”.

Receptivo, Samuel Sena, aluno do 6º ano, que fez a dramatização reverenciando a cultura negra, revelou que não gostava da leitura e, através do trabalho realizado em sala de aula, pode aprender mais sobre a cultura, sobre a dança, fazer oficinas de construção de histórias e de bonecos, momento muito importante para seu aprendizado. “Antes eu não gostava muito de ler, achava chato, mas agora todo livro que vejo quero ler . Esse momento foi muito marcante e com certeza vou levar isso para o resto da vida”, enfatizou o estudante.

Assim como começou, o evento terminou com muita música e dança em uma confraternização literária.