pinflix yespornplease porncuze.com porn800.me porn600.me tube300.me tube100.me watchfreepornsex.com

Projeto Salvador Delas oferece informações sobre o enfrentamento à violência contra as mulheres

09 de mar de 2020 - Publicidade

Na manhã desta segunda-feira (09), no Teatro Gregório de Mattos foi lançado o projeto Salvador Delas, iniciativa da Secretaria de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ) que atuará no cuidado com a saúde do público feminino, neste mês de março dedicado à mulher. Na ocasião, o Prefeito ACM Neto assinou o decreto que institui o Comitê Técnico de Enfrentamento à Violência Institucional, da Prefeitura Municipal de Salvador. No evento foi lançada também uma Cartilha de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher, resultado de uma parceria entre a Casa Civil e o Banco Mundial.

O Salvador Delas é um projeto voltado para o público feminino e a iniciativa envolve uma série de ações que ocorrerão neste mês, como o Salvador + Rosa, que atuará no cuidado com a saúde do público feminino, o Por Elas Nas Escolas que vai levar palestras sobre o enfrentamento à violência para os alunos e colaboradores da Smed e o CIAME Itinerante que vai ter duração de 10 meses e vai atuar com atendimento e encaminhamento psicossocial e jurídico às mulheres, meninas e adolescentes, além de oferecer informação e conhecimento acerca do tema da violência contra a mulher.

Para o prefeito ACM Neto, o programa Salvador Delas procura dar ainda mais força e luz a uma série de políticas públicas para as mulheres que a Prefeitura vem realizando e que tem como objetivo principal intensificar todo o trabalho de combate à violência contra a mulher.

“Essa tem que ser uma ação de todos nós que estamos na vida pública e um compromisso por parte da prefeitura. Aproveitamos o mês da março e o dia de ontem – Dia Internacional da Mulher -, para lançar esse programa e mostrar que a Prefeitura está investindo bastante no combate à violência contra a mulher e também na inserção das mulheres na vida social cada vez com mais força em nossa capital”, afirmou o prefeito.

O secretário Bruno Barral falou sobre a parceria e as ações no Por Elas Nas Escolas. “É um momento importantíssimo de reafirmar a necessidade de estarmos juntos, homens e mulheres em prol de uma política pública que transforme em perene os atos desse governo, ou seja, a mulher precisa ser colocada em evidência nesse primeiro momento especialmente nas escolas onde vamos ter essas ações, é importante ficarmos atentos por que muitas da violência contra a mulher acontece logo já na primeira infância, então é necessário esse apoio da Secretaria  da Educação e da SPMJ nesse trabalho maravilhoso, eu fico muito feliz em fazer parte desse projeto”, destacou Barral.

Segundo a titular da SPMJ, Rogéria Santos, o comitê vai atuar na “arrumação da casa” dentro da própria Prefeitura, no combate à violência institucional contra a mulher e enfrentamento à violência doméstica e familiar, além de também capacitar profissionais, alunos e alunas da rede pública de ensino da cidade com extensão do projeto Por Elas Nas Escolas.

“É um programa muito extenso e ousado porque, se a violência extirpa a vida das mulheres, então nós não podemos enxugar gelo. Nós temos que ter um programa que venha de fato romper esse ciclo de violência na cidade de Salvador”, disse a secretária Rogéria Santos.

Durante as ações serão realizadas 930 ultrassom mamárias, 6,2 mil exames de mamografia, totalizando 7.130 exames realizados e o CIAMI Itinerante, que levará os serviços prestados nos Centros de Referência e Atendimento à Mulher (CRAMs) para diversas comunidades soteropolitanas. O projeto tem parceria com várias secretarias inclusiva a da Educação e vai levar palestras com a temática proposta pelo projeto para os alunos e colaboradores da Smed.

Para ficar por dentro e participar das ações, as mulheres devem baixar o aplicativo Salvador Delas, no celular. Nesse app serão divulgadas informações oferecidas pela Prefeitura no que tange ao enfrentamento da violência contra a mulher no município.

Além de contar também o Espaço da Mulher, que será a representação da SPMJ nas Prefeituras-Bairros, e que vai prestar atendimento às mulheres em situação de violência doméstica e familiar dentro das comunidades.

Em cada unidade será disponibilizada um espaço que vai ser ocupado por profissionais da SPMJ que dará orientações e encaminhamentos para os serviços oferecidos. Cada local vai receber o serviço por um mês.

 

Foto:André Carvalho/PMS/SMED

ALC_0476
ALC_0409
_ALC_0454